https://www.poetris.com/
 
Prosas Poéticas : 

Pedaços da Minha Existência

 
Aqui estão os pedaços.
Pedaços da minha existência
Junto-os para te entregar.
Mistura o teu tempo para me leres.
Porém, se achares melhor,
Coloca-os na tua mesa-de-cabeceira.
Assim serão companhia eterna dos teus sonhos.
Aqui estão os pedaços.
Redigi para alienar coisas minhas.
Se quiseres podes tomá-las, agora, tuas
E percorrê-las como pautas de música.
São estes os pedaços
De uma vivência, de uma liberdade.
Quero que tomes conhecimento
De como foi bonito viver assim.
Se assim for tua vontade,
Obedece aos desígnios de uma maturidade atingida.
Estes pedaços são apenas meus.
Ao ler, podes rasgá-los em seguida.
Peço-te apenas que te lembres de mim,
Te lembres do meu nome.
Até existir, estes pedaços
Serão meu espelho.
Aqui estão os pedaços.
Lê! São para ti.
Pedaços da minha existência.

14 de Fevereiro de 2009


© Gonçalo Lobo Pinheiro

 
Autor
glp
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1109
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
28 pontos
4
0
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 14/02/2009 16:28  Atualizado: 14/02/2009 16:28
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5064
 Re: Pedaços da Minha Existência
Extraordinário poema.
(grato pelo espécimen...)
Favorito !!!
Bjs

Enviado por Tópico
Edilson José
Publicado: 14/02/2009 18:08  Atualizado: 14/02/2009 18:08
Colaborador
Usuário desde: 12/04/2008
Localidade: SP
Mensagens: 5591
 Re: Pedaços da Minha Existência
Olá, concordo com o Antonio, imenso teu poema!
parabéns!

Enviado por Tópico
saozinha
Publicado: 14/02/2009 19:28  Atualizado: 14/02/2009 19:28
Colaborador
Usuário desde: 09/08/2008
Localidade:
Mensagens: 1606
 Re: Pedaços da Minha Existência
GLP:

Ora aqui está um poema que diz exactamente o que eu penso do que escrevo.

Pedaços de mim,é o que eu chamo ao conjunto dos meus singelos textos.

E tambem os entrego aos outros,para que os leiam,e façam deles o uso que quiserem.
Gostei muito.

Beijo

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 14/02/2009 20:41  Atualizado: 14/02/2009 20:41
 Re: Pedaços da Minha Existência para glp
"Quem sai aos seus não degenera"

"Filho de peixe sabe nadar"

Whatever! Está espantoso o poema ! Aliás revejo-me nele porque se um dia editar um livro então chamar-se-á pedaços D'Alma

Parabéns Glp e seja bem vindo ao site!!!

Vou favoritar. Posso?

Um beijinho-de-boas-vindas