https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Surrealistas : 

In versos

 
Inverso do avesso a direito
ás avessas num dito verso
averso ás coisas do peito

É um verso que não verso
e às avessas clamo-o poema
Avesso inverso como tema

E para lhe dar toque de jeito
Quero-o belo e com amor
Para o doar feito em dor

In versos rimados
Sílabas sem pudor
Oh amigos mimados.



O homem antes de ser o ente do ser é o ser do-ente

Livros:

Quase um Livro:
www.rodinha26.blogtok.com
Coisas da escrita:
www.avkd.blogtok.com
Um tratado:
www.gov.blogtok.com

Projectos Web:
Um Portal:
ww...

 
Autor
JSL
Autor
 
Texto
Data
Leituras
667
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
MariaSousa
Publicado: 16/05/2007 22:25  Atualizado: 16/05/2007 22:25
Membro de honra
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4096
 Re: In versos
Belo jogo de palavras. Gosto de brincar com as palavras e achei este poema bem escrito.

Bjs

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 16/05/2007 23:04  Atualizado: 16/05/2007 23:04
 Re: In versos
i-reverência para ti
jsl-meu amigo dado
não há dó sem mi
neste teu poema mimado

quem te conhece estremece
sabe-te estimar
sabe do q estás a falar
e sabe porque acontece

Enviado por Tópico
JB
Publicado: 17/05/2007 17:24  Atualizado: 17/05/2007 17:24
Membro de honra
Usuário desde: 05/09/2006
Localidade:
Mensagens: 531
 Re: In versos
bom texto, bom jogo das palavras com que se joga a vida toda.
Mas faça-nos um favor, sem falso pudor, o pinguim merece melhor e nós também.
desatrele lá os bichos.
JB