https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Crescer

 

Cada partida é um parto
O mesmo choro,
O mesmo grito
O mesmo espanto
O mesmo medo
Do ar que se respira
Do cordão umbical que se corta
Do cansaço que se suporta

Cada partida é um contraponto
Os primeiros passos
Os primeiros sorrisos
As primeiras palavras
Os primeios afagos


Cada partida é um voo
Uma escada que se sobe
No primeiro degrau
Ainda te vejo inteira
Ainda somos eu e tu
No segundo,
Já só vejo tronco
Ainda somos nós

No terceiro,
voaste
Definitivamente, és tu

O Casulo se fechou
O útero se findou
outro ser se afirmou

É tempo
De crescer
Amadurecer
Viver
Voar …
Como dói,Amar-te
Na ausência e na distância


Juve

 
Autor
juvepp
Autor
 
Texto
Data
Leituras
5329
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Valdevinoxis
Publicado: 24/05/2007 22:38  Atualizado: 24/05/2007 22:38
Colaborador
Usuário desde: 27/10/2006
Localidade: Aguiar, Viana do Alentejo
Mensagens: 1997
 Re: Crescer
A saudade assim descrita é de quem a sente. O texto está muito bem escrito e sente-se. Esta analogia entre ir e nascer é muito bem conseguida.

Valdevinoxis

Enviado por Tópico
Mel de Carvalho
Publicado: 24/05/2007 23:28  Atualizado: 24/05/2007 23:28
Colaborador
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa/Peniche
Mensagens: 1562
 Re: Crescer
A ausência, a distância imposta e o tempo vasto de um afastamento em resposta.

Crescer não mais é do que admitir que a cada momento se perde e se ganha ... porque quem ama dá espaço ao voo, ainda que esse voar seja doloroso para quem fica.

Gostei muitíssimo, Juvepp.
Beijinho
Mel

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 25/05/2007 21:00  Atualizado: 25/05/2007 21:00
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14962
 Re: Crescer p/ juvepp
Olá poetisa

Fantástico este teu poema
onde você consegue comparar
uma dor de parto a dor que
sentimos com a saudade porque
ela é tão doída que muitas
vezes não temos como demonstrar
esta dor que vai ao âmago de
nossa alma...
Muito belo seu poema
(10)

Beijinhos n'alma