https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Surrealistas : 

OUTRAS ÁGUAS

 
Outra Águas

Botei asas em meus pensamentos
E os vejo voando através da janela
Atravessando a rua. Entre mim e eles
Estendem-se avenidas iluminadas
Mas que não chegam a ofuscá-los.

Eles continuam voando
Voam, voam, ainda assim,
Eu não os perco de vista.


Uma chuva cai, na pensão da esquina,
Eles não se molham, são impermeáveis, feito anjos,
Mas temo que afoguem-se em outras águas

DI MATOS

 
Autor
DI MATOS
Autor
 
Texto
Data
Leituras
647
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 31/07/2009 08:10  Atualizado: 31/07/2009 08:10
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: OUTRAS ÁGUAS
Nada pode aprisionar os pensamentos e com eles tornamos reais o sonho da liberdade.
Um abraço0o!
Abílio