https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Por sorte, morreu…

 
Por sorte, morreu…
 
Fiquei intrigada ao ler
Seria versátil
O que queria dizer?
Seria amor, cheiro, cor ou prazer?
Seria até? …
Um rouxinol a crescer…
Seria, ou não seria?
Não quero saber!
Às vezes o que digo é, só por dizer
E, o que eu gosto mesmo é, de ver o sol a nascer
E correr descalça nas flores sem um prego
a doer.
De correr pelo rio e voltar…
Ser tua, sem ter medo de amar…
Chapinhar…
Chapinhar…
Chapinhar…
Ser proa no barco ao luar
Sentir arrepios, mesmo sem estar frio
Um pássaro a voar com o céu a corar
Agarrar o teu eu, em pleno suar
Borboleta que voou…
E por sorte, morreu…
A saber amar!


Cristina Pinheiro Moita /Mim/

 
Autor
mim
Autor
 
Texto
Data
Leituras
677
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
8
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Karla Bardanza
Publicado: 10/09/2009 23:25  Atualizado: 10/09/2009 23:25
Colaborador
Usuário desde: 24/06/2007
Localidade:
Mensagens: 3491
 Re: Por sorte, morreu…
Amiga,

Lindo poema!

Beijo

Karla Bardanza

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 10/09/2009 23:25  Atualizado: 10/09/2009 23:25
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Por sorte, morreu…
O teu poema está muito bonito, Cristina.
Chapinhar
chapinhar
chapinar...
como eu tenho saudades desses tempos!
Beijo
Vóny Ferreira

Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 10/09/2009 23:32  Atualizado: 10/09/2009 23:32
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11186
 Re: Por sorte, morreu…
Mimzinha,
A efemeridade da borboleta não lhe impede de morrer feliz e realizada.
Um óptimo poema.
Beijinhos na alma
Nanda

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 11/09/2009 06:31  Atualizado: 11/09/2009 06:31
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14964
 Re: Por sorte, morreu…p/ mim
Olá amiga

Nossa! Que lindo, doce e muito
encantador, teu poema encantou-me

Beijinhos no coração

Enviado por Tópico
joseluislopes
Publicado: 11/09/2009 11:44  Atualizado: 11/09/2009 11:44
Colaborador
Usuário desde: 22/03/2009
Localidade:
Mensagens: 3351
 Re: Por sorte, morreu…
Olá mim!

nada como correr sem pregos a doer.

chapinhar no amar / cahapinhar no justo é o truque desta vida.

Gosto dessa maneira leve de escreveres.

Um beijo

JLL

Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 11/09/2009 11:57  Atualizado: 11/09/2009 11:57
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8225
 Re: Por sorte, morreu…
Ahhh, muito bonito o teu poema da cabeça aos pés. Vesti-o por completo. E chapinhei muito também nessas letras ... Beijinhos

Enviado por Tópico
Vamaloso
Publicado: 11/09/2009 22:26  Atualizado: 11/09/2009 22:26
Super Participativo
Usuário desde: 10/05/2009
Localidade: Barcelona/Lisboa
Mensagens: 141
 Re: Por sorte, morreu…
A sorte de chapinar no amor...da vida. Muito bom ! Um abraço !

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 12/09/2009 12:03  Atualizado: 12/09/2009 12:03
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5064
 Re: Por sorte, morreu…
Prima,

Mais um belíssimo poema...

Beijinho