https://www.poetris.com/

 
« 1 2 (3) 4 5 6 ... 15 »
Offline
Junior A.
Deixa-me
Deixa-me assim na quietude destes versos dizer-te que amo-te, Amo-te, incansavelmente como quem...
Enviado por Junior A.
em 14/01/2008 18:39:54
Offline
Junior A.
Amante...
Rendo-me ao amor, A cada dia o faço Ainda que flagelado Ao ser tão amador, Viver á gritar: amante...
Enviado por Junior A.
em 14/01/2008 14:55:31
Offline
Junior A.
Que se vá então...
Deito-me, absorto de mim E de pouco calha gritar ao silencio As paredes não respondem O branco d...
Enviado por Junior A.
em 10/01/2008 13:22:41
Offline
Junior A.
Mando-te
Mando-te flores, viçosas flores... Perdoa-me se ao atavio Engasto as muitas dores, Precisava tam...
Enviado por Junior A.
em 07/01/2008 16:26:59
Offline
Junior A.
Ser-te-ei, assim que quiseres
Não olhes ao teu derredor, como a basculhar culpado Nem te percas aos cantos como se ali estive...
Enviado por Junior A.
em 07/01/2008 11:59:00
Offline
Junior A.
Esta Noite
Dar-se a noite e o gosto em meu lábios Clamo a morte como quem chama a vida E o inferno me seria ...
Enviado por Junior A.
em 04/01/2008 13:08:20
Offline
Junior A.
Voluptuosidade
Deito-te lentamente por sobre a cama, Sobre o leito febril que nos aguarda, Donde dia a dia se ...
Enviado por Junior A.
em 02/01/2008 19:17:29
Offline
Junior A.
Curtinho
Vai-se aurindo, O ser pequeno Tão (inho) Que cabe ao dedo A alma ver, Quão grande O medo. Que se ...
Enviado por Junior A.
em 01/01/2008 23:08:01
Offline
Junior A.
Reescrevo
Reescrevo o poema, Outrora apaixonado, E tiro-lhe a candura Dando tons de dor-encanto Rabiscos de...
Enviado por Junior A.
em 31/12/2007 16:26:44
Offline
Junior A.
Pai, faltam-me as palavras
Há muito tempo intento escrever, já que de tanto e de tudo escrevi desde então, mas não sei ao ce...
Enviado por Junior A.
em 28/12/2007 15:01:08
Offline
Junior A.
Ausência
Doeu-me a dor, num tanto, Desmedido fora em mim o pranto E por tanto, delongou-se o sofrimento, F...
Enviado por Junior A.
em 27/12/2007 20:14:10
Offline
Junior A.
Peço-te
Ah amor meu, não te vás, de mim Pois grande é a dor que me afligiria Castigo seria se me fizesses...
Enviado por Junior A.
em 21/12/2007 21:11:16
Offline
Junior A.
Tudo porquê penso em Ti
Quando penso em ti Fadas infindas cintilam Por entre as flores do desejo E beijo, beijo incansav...
Enviado por Junior A.
em 18/12/2007 18:04:17
Offline
Junior A.
Todo Poeta
Todo poeta tende a ser um sofredor, Pois n’algum momento não foi amado E por mais que se diga ent...
Enviado por Junior A.
em 18/12/2007 10:38:54
Offline
Junior A.
Quotidiano
Longe, ao esmo do entender ou sentir, sempre há um homem escuso de si, impedido pela fresta sonan...
Enviado por Junior A.
em 15/12/2007 18:56:32
Offline
Junior A.
Diga Felicidade!
Se queres me dar, dar-me logo Quer seja ida, amor atravancado E não me venhas com desculpas Dizen...
Enviado por Junior A.
em 15/12/2007 18:20:51
Offline
Junior A.
Anátema
Perdoa-me pelo que cá escrevo Queria escrever-te algo garrido Mas vasculhando cá meu acervo Dado ...
Enviado por Junior A.
em 14/12/2007 13:55:38
Offline
Junior A.
Tende
Tende a alma, embargar as mágoas, Consumir as culpas, e nelas repousar, Já que inquieto é o ser n...
Enviado por Junior A.
em 13/12/2007 12:02:34
Offline
Junior A.
Longas noites
Longas me são as noites, Por entre teus afagos descanso Donde seus beijos não me são açoites E te...
Enviado por Junior A.
em 26/11/2007 16:42:45
Offline
Junior A.
Despertei-me
Despertei-me... Não que outrora não houvesse acordado Mas estagnado na inércia que entorpece Fora...
Enviado por Junior A.
em 26/11/2007 16:35:25
« 1 2 (3) 4 5 6 ... 15 »