https://www.poetris.com/

 
« 1 ... 4970 4971 4972 (4973) 4974 4975 4976 ... 5005 »
Textos deste autor
Offline
Junior A.
Aqui estás...
Ah doce dor de amor, assim... Por que não me dás trégua Cá sempre estás, em mim Impregnada habit...
Enviado por Junior A.
em 11/02/2007 21:50:00
Textos deste autor
Offline
Tália
Dança II
Novo passo Colocaste meus pés em cima dos teus. Agarraste-me fortemente a cintura junto ao teu ...
Enviado por Tália
em 10/02/2007 13:20:00
Textos deste autor
Offline
Tália
Dança I
Dança Entrei na sala há hora marcada, o cheiro a rosas era intenso e tão agradável… Senti não te...
Enviado por Tália
em 10/02/2007 13:08:26
Textos deste autor
Offline
lucibei
Sem futuro
Sem futuro Hoje estou triste, Porque o hoje... Parece-me ontem E no ontem... Não vejo futuro.
Enviado por lucibei
em 10/02/2007 08:33:44
Textos deste autor
Offline
Valdevinoxis
Dedos de costureira
Os dedos finos e habilidosos E esguios e firmes São dedos de mulher Que cose com linhas De alinh...
Enviado por Valdevinoxis
em 09/02/2007 23:40:00
Textos deste autor
Offline
Valdevinoxis
Dança comigo até ao fim do amor...
Dança comigo até ao fim do amor... Abraça-me, rodopia, dança-me, Acompanha-me até ao fim do amor....
Enviado por Valdevinoxis
em 09/02/2007 23:36:39
Textos deste autor
Offline
Valdevinoxis
A parede caiada
O sol bate na parede caiada E deixa a gente encandeada Sem ver nada. A parede caiada tem uma bar...
Enviado por Valdevinoxis
em 09/02/2007 23:35:02
Textos deste autor
Offline
lucibei
Alma-gaivota
Minh’alma é uma gaivota Que só se dá junto ao mar Com o sol fica por perto A chuva fá-la afastar...
Enviado por lucibei
em 09/02/2007 12:50:00
Textos deste autor
Offline
lucibei
Sofrimento
Sofrimento Sofro em mim… Por ti, Por mim, Por nós. Sofro a uma só voz, Silenciosamente… Teu sof...
Enviado por lucibei
em 09/02/2007 11:45:35
Textos deste autor
Offline
Valdevinoxis
Comportamentos da morte
O corpo desnudado Que rola pela colina abaixo Por cima dos malmequeres Vai um pouco desordenado, ...
Enviado por Valdevinoxis
em 08/02/2007 23:43:23
Textos deste autor
Offline
Valdevinoxis
Os teus cabelos
A cheirosa cor dos teus cabelos Dá-me vontade de lhes enfiar os dedos, De lhes entrançar os olhos...
Enviado por Valdevinoxis
em 08/02/2007 23:40:20
Textos deste autor
Offline
Valdevinoxis
Pai
Quando eu era um menino O meu pai levava-me à feira E, sendo eu um gaiato pequenino Agarrava-me o...
Enviado por Valdevinoxis
em 08/02/2007 23:39:22
Textos deste autor
Offline
Valdevinoxis
Estou a tentar chegar
Ando para não parar, Ando por andar Não paro em nenhum lugar E continuo a andar. Lá sigo a pensar...
Enviado por Valdevinoxis
em 07/02/2007 23:55:33
Textos deste autor
Offline
lucibei
O pão
O pão Brota da terra a semente Que devia “matar” a fome Ao rico e ao indigente. O pão tem di...
Enviado por lucibei
em 07/02/2007 23:31:08
Textos deste autor
Offline
Junior A.
Cem títulos
Aqui, em mim te amo. Calado, em mim, recostado sobre a mão Nas noites, é teu nome que chamo E fa...
Enviado por Junior A.
em 07/02/2007 22:00:00
Textos deste autor
Offline
Junior A.
A mala
Confesso que não quero a mala E se quisesse a mala ia Pois ao ama-la, a mala faço Mas como a mala...
Enviado por Junior A.
em 07/02/2007 20:50:00
Textos deste autor
Offline
BernardoAlmeida
Devoção
Devoção Se com mil toques pudesse agraciar a sua beleza Se com mil palavras pudesse definir suas...
Enviado por BernardoAlmeida
em 07/02/2007 04:26:59
Textos deste autor
Offline
Valdevinoxis
Juro
Juro Contigo em coro Sobre qualquer tesouro Meu ou teu Juro Com o dizer mais duro O sentimento m...
Enviado por Valdevinoxis
em 06/02/2007 23:42:18
Textos deste autor
Offline
Valdevinoxis
Sem título XX
A quilha assentou em areias Douradas, virgens, lisas E rasgou-as em partes meias Como aquelas que...
Enviado por Valdevinoxis
em 06/02/2007 23:36:55
Textos deste autor
Offline
Valdevinoxis
AMOR
Abro um pouco o A, beijo com vontade o M, contorno bem o O, e faço cócegas ao R... assim mostro ...
Enviado por Valdevinoxis
em 06/02/2007 23:26:57
« 1 ... 4970 4971 4972 (4973) 4974 4975 4976 ... 5005 »