https://www.poetris.com/

 
Offline
Dinarte
Obstáculo
Os obstáculos não têm barreiras!
Enviado por Dinarte
em 25/03/2012 16:30:18
Offline
Dinarte
Jogo
Saber dizer... Degustar os momentos Acalmar o enxame de sentimentos. Alimentar o desejo real, To...
Enviado por Dinarte
em 25/03/2012 15:46:36
Offline
Dinarte
Encontrar
Entediante vida, de passos largos Negando os momentos profundos Começando de novo, com novos es...
Enviado por Dinarte
em 20/03/2012 19:24:02
Offline
Dinarte
Rumo
Sabes... Que o tempo cura, Que o tempo é duro E que a vida perdura Num coração puro. Sabes... Q...
Enviado por Dinarte
em 15/03/2012 20:34:23
Offline
Dinarte
Refúgio
Só, somente só... num único mundo, num estado de espírito renovado. Mundo de exclusão, de senti...
Enviado por Dinarte
em 08/03/2012 00:51:24
Offline
Dinarte
Desconhecido
Faz-te luz, Faz da vida o teu momento Algo estranho de conduz Nada mais que um contratempo. Sub...
Enviado por Dinarte
em 04/01/2012 22:36:27
Offline
Dinarte
1 mês, um 4 na memória, saudade presente
4, um número que fica na memória de todos nós, de todos os que de ti gostavam e te apoiaram. Po...
Enviado por Dinarte
em 04/12/2011 16:01:05
Offline
Dinarte
Adeus, realidade...
Inspiração, paixão, Duas palavras, uma só razão. Que pedes tu mais? Que queres tu mais? Ser eu ...
Enviado por Dinarte
em 23/11/2011 23:51:58
Offline
Dinarte
Momento
A cada palavra, a cada instante, Nada esqueço e não mereço Ter, uma vida amante Que não tem tempo...
Enviado por Dinarte
em 13/11/2011 12:02:34
Offline
Dinarte
Efémero
Efémero Eterno passageiro... Mudança presente, um coração frio e ausente. Ora quente, ora frio.....
Enviado por Dinarte
em 11/11/2011 17:37:44
Offline
Dinarte
Sentido inverso
Sentido inverso Bruscamente, luto Calmamente, luto Posso e quero, luto Luto... sou astuto. Gue...
Enviado por Dinarte
em 09/11/2011 21:00:40
Offline
Dinarte
Inveja
Desligo-me do mundo, Torno minha alma amável Sentimento forte e profundo Ignoro o ignorável. Ú...
Enviado por Dinarte
em 06/11/2011 23:37:42
Offline
Dinarte
Instante inconstante
Olhares sedentos de inverno, Sangue frio e quente Andando no meu e teu inferno Vivendo na tua men...
Enviado por Dinarte
em 05/11/2011 16:19:15
Offline
Dinarte
Mentiras
Muitos são aqueles que omitem a verdade... Entrenham-se nas portas da mentira, Nunca manifestam a...
Enviado por Dinarte
em 23/10/2011 01:51:37
Offline
Dinarte
Olhar
Ando por aí... Perdido na imensidão turva de um olhar, Perdido na verdade pura de um lugar. Esse ...
Enviado por Dinarte
em 23/10/2011 01:49:37
Offline
Dinarte
(Des)encontros
(Des)encontros Que olhares desfigurados, Que vida débil e desamparada Caminhos incertos de uma a...
Enviado por Dinarte
em 23/10/2011 01:47:10