https://www.poetris.com/

 
(1) 2 »
Offline
ania
Todas as manhãs...
Todas as manhãs, vestida de poesia, ela trilha estradas a procura de sorrisos, de mãos, de ace...
Enviado por ania
em 09/08/2017 20:49:13
Offline
ania
Desde sempre...
Desde sempre, no passar das horas e dias, no escorrer do tempo, escrevo na noite poemas que chor...
Enviado por ania
em 07/08/2017 21:56:40
Offline
ania
Desaprendi...
Talvez por desejar, e tanto esperar por contos de fadas e fantasias, por viver entre livros e poe...
Enviado por ania
em 29/07/2017 00:40:40
Offline
ania
...e aqui estou eu, agora...
...e aqui estou eu agora consumindo meu tempo em lembranças, pensamentos e sonhos, esperanças ...
Enviado por ania
em 27/07/2017 22:40:32
Offline
ania
Doido festim...
Madrugada...nuvens de chumbo cobrem a lua feito negro cetim... ...e a brisa para e na memória a...
Enviado por ania
em 25/07/2017 13:28:38
Offline
ania
Tu és sinfonia...
Indagas tu, do sentir que me avassala da magia, do encantamento e da doçura do sentimento estranh...
Enviado por ania
em 24/07/2017 14:28:30
Offline
ania
Caderno amarelado...
De vez em quando vem essa melancolia que remete, sem clemência, ao passado revivendo sonhos há m...
Enviado por ania
em 23/07/2017 21:39:48
Offline
ania
Despetalar...
Despetalar... Se o tempo não fosse meu próprio algoz, Se não seguisse esse infeliz roteiro De se...
Enviado por ania
em 19/07/2017 16:55:46
Offline
ania
Desabrochar da natureza...
As flores desabrocham viçosas, Saudando o sol que brilha e as acaricia, Na manhã esplendorosa que...
Enviado por ania
em 16/10/2016 12:46:08
Offline
ania
Sonhos que já não são poesia...
Horas lentas, tortura covarde, cruel, negra sentença do destino dia após dia em brutal desatino...
Enviado por ania
em 14/10/2016 12:28:14
Offline
ania
Deixa eu te descobrir...
Deixa eu te descobrir Cinco, dois, ou quem sabe, Um minuto? Te sinto nas pedras do rio, Nas árvo...
Enviado por ania
em 13/10/2016 01:25:38
Offline
ania
Etéreo toque...
Ah...vento calmaria, carinhoso soprar em minh'alma, como rosas a florir doce roçar, sem enc...
Enviado por ania
em 01/09/2016 01:43:18
Offline
ania
Deixa-me falar...
Deixa-me falar do meu coração, da dor, do amor não correspondido da esperança, do sonho perdido ...
Enviado por ania
em 29/08/2016 12:49:26
Offline
ania
Deixa-me fantasiar...
Deixa-me fantasiar e te conduzir, em tuas noites eu sonho intervir, deixa meu olhar ardoroso pas...
Enviado por ania
em 25/08/2016 20:07:11
Offline
ania
...e se eu me for...
E se eu me for, e me vestir de brumas, trilhar distâncias, me transformar em milhas, e ser só pa...
Enviado por ania
em 23/08/2016 13:38:53
Offline
ania
Inexorável destino...
Pelo chão, só folhas esparramadas Etéreas conchas, pelo vento jogadas, A esmo, pela estrada, seg...
Enviado por ania
em 18/08/2016 01:05:36
Offline
ania
Nada mais será...
Não serei mais poesia nascente em versos a atrair nem magia iridescente em musa a seduzir... Não...
Enviado por ania
em 14/08/2016 21:56:08
Offline
ania
Meu canto...
Meu canto é verso estranho, que divaga É loucura, é absinto que embriaga É ferida na alma, é aniq...
Enviado por ania
em 04/08/2016 01:08:44
Offline
ania
Saudade de ti...
No compasso incerto dos meus dias a vida segue vazia... Sem esperanças, sem nexo, vazia de sentim...
Enviado por ania
em 02/08/2016 16:53:58
Offline
ania
Em tudo ainda é você...
Em tudo te sinto...pressinto no sol que afaga, no perfume que embriaga no vento que me acaricia.....
Enviado por ania
em 01/08/2016 18:54:35
(1) 2 »