https://www.poetris.com/

 
(1) 2 3 »
Offline
Carla Veiga Ribeiro
Era amor. Era paixão.
Devagar, devagarinho… Foste entrando sem notar E assim quase de mansinho Ganhaste o teu lugar. A...
Enviado por Carla Veiga Ribeiro
em 06/03/2011 22:55:10
Offline
Carla Veiga Ribeiro
Pardal
Fazes do esboco imperfeito Arte rara e de pura beleza. Es razao do meu pranto refeito Quando cump...
Enviado por Carla Veiga Ribeiro
em 22/07/2009 11:20:10
Offline
Carla Veiga Ribeiro
Flor entre as flores
Viciada em romances fugazes, Passei anos embriagada. Pensava sermos audazes, E eu vivia apaixona...
Enviado por Carla Veiga Ribeiro
em 22/07/2009 11:17:09
Offline
Carla Veiga Ribeiro
Mãe
Quantos dias de abandono Quanto amor vencido Quantas lágrimas como adorno Num rosto envelhecido ...
Enviado por Carla Veiga Ribeiro
em 07/09/2008 22:48:03
Offline
Carla Veiga Ribeiro
Intemporal
Suave como carícia de amor, É teu beijo, quase inocente… O teu corpo acalma o meu calor, Êxtase q...
Enviado por Carla Veiga Ribeiro
em 08/08/2007 02:18:12
Offline
Carla Veiga Ribeiro
Trago comigo um sentir
Trago comigo um sentir Que poucos entendem ou crêem E para alem deste assentir De tudo o que outr...
Enviado por Carla Veiga Ribeiro
em 13/07/2007 01:41:15
Offline
Carla Veiga Ribeiro
Rap to...
Encostado no balcão bebo mais uma cerveja Dou asas à tristeza estou sozinho para que ninguém veja...
Enviado por Carla Veiga Ribeiro
em 13/07/2007 01:37:11
Offline
Carla Veiga Ribeiro
O rio segue sempre a corrente
Sei que me queres bem Sei que temes por mim. E esse amor que retém O teu receio do fim, Faz-te ...
Enviado por Carla Veiga Ribeiro
em 22/06/2007 23:13:11
Offline
Carla Veiga Ribeiro
Passo a passo
A vida faz e refaz E o amor reinventa-se E aquilo que eu conhecia não é E o que sabia renova-se. ...
Enviado por Carla Veiga Ribeiro
em 12/06/2007 03:58:59
Offline
Carla Veiga Ribeiro
Quadro de ideais
Dia a dia, pouco a pouco, Desenhei durante anos A moldura como presente E a tela como futuro. Vi...
Enviado por Carla Veiga Ribeiro
em 31/05/2007 23:03:36
Offline
Carla Veiga Ribeiro
A todos os poetas do Luso-Poemas
Sigo cada dia como momentos Preciosos, raros, mágicos. Faço do queixume e lamentos E de todos os ...
Enviado por Carla Veiga Ribeiro
em 30/05/2007 01:53:08
Offline
Carla Veiga Ribeiro
Momentos ao vento
Corri atrás do vento. Chorava por mim um dia… E veloz no seu lamento, Ondulava a água fria. Gela...
Enviado por Carla Veiga Ribeiro
em 28/05/2007 00:11:16
Offline
Carla Veiga Ribeiro
Saudade
Pessoas que passam… Soltam desprezo como perfume. As castanhas no pote que assam Negras de sofrim...
Enviado por Carla Veiga Ribeiro
em 25/05/2007 01:05:55
Offline
Carla Veiga Ribeiro
Menti-lhe
Menti-lhe uma vez Insensata como nunca fui… Condicionada pelo medo do depois, O antes ilusório, O...
Enviado por Carla Veiga Ribeiro
em 23/05/2007 17:52:06
Offline
Carla Veiga Ribeiro
Um outro EU
Durante anos vivi de outro eu. Alguém que de mim se alimentou, Retirou tudo o que era meu. A minh...
Enviado por Carla Veiga Ribeiro
em 22/05/2007 19:34:16
Offline
Carla Veiga Ribeiro
Vida II
Força intensa, atracção irresistível: Sensação óbvia de paixão ardente, Sentimentos confusos. Pal...
Enviado por Carla Veiga Ribeiro
em 20/05/2007 23:24:32
Offline
Carla Veiga Ribeiro
Vida I
Vivo porque inalo Vivo porque absorvo Todas essas loucas sensações diárias: O corre corre da cida...
Enviado por Carla Veiga Ribeiro
em 20/05/2007 23:05:52
Offline
Carla Veiga Ribeiro
Paz
De coração sedento e mãos estendidas, Como um pedinte por quem na rua passas Depois de tantas noi...
Enviado por Carla Veiga Ribeiro
em 18/05/2007 18:19:56
Offline
Carla Veiga Ribeiro
À morte...
Podias ser meu par Nesta dança que é a vida. Rodopiar numa valsa, sem parar Na noite escura que c...
Enviado por Carla Veiga Ribeiro
em 17/05/2007 22:10:31
Offline
Carla Veiga Ribeiro
Tempo...
Tempo! Esse inimigo vadio Que me afronta e me cansa… Provoca-me o amanhecer de um amanhã tardio, ...
Enviado por Carla Veiga Ribeiro
em 11/05/2007 23:06:12
(1) 2 3 »