https://www.poetris.com/

Poemas, frases e mensagens de o poeta ea solidão

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de o poeta ea solidão

EU ESTIVE AQUI

 
COMECEI A PINTAR O MURO DE BRANCO ELE ESTAVA SUJO COM O DESGASTE DO TEMPO E DE TOQUES DE PESSOAS QUE NUNCA VI ELE ESTA MANCHADO COM PALAVRAS QUE NÃO FAZ NENHUM SENTIDO PRA MIM DESENHOS E NOMES DECLARAÇÕES DE AMOR E DE ÓDIO
PEQUENAS MARCAS DE MÃOS DE CRIANÇAS ARRANHÕES E UMA MENSAGEM ME CHAMOU ATENÇÃO ELA DIZIA EU ESTIVE AQUI NÃO HAVIA DATA APENAS DIZIA EU ESTIVE AQUI MEU MURO FOI FICANDO BRANCO DE NOVO MAIS SEI QUE VOU TER QUE PINTALO DE NOVO ALGUM DIA TALVEZ AS MESMA MARCAS PALAVRAS DE AMOR ÓDIO SEI QUE VOU TER QUE PINTALO DE NOVO DE BRANCO DE TOQUES E MANCHAS DE PESSOAS QUE NUNCA VI !
O POETA EA SOLIDÃO
 
EU ESTIVE AQUI

ALI FIQUEI NA SAUDADE

 
SINTO SAUDADES DE QUANDO TINHA SONHOS SIMPLES QUANDO A TELEVISÃO ERA PRETO E BRANCO E FILMES E DESENHOS ERAM APENAS PARA SE DIVERTIR QUANDO O CINEMA ERA ROMÂNTICO E AS PRAÇAS VIVIAM CHEIAS DE CRIANÇAS BRINCANDO E JOVENS E VELHOS CASAIS DAVAM O PRIMEIRO BEIJO E LEMBRAVAM OS PRIMEIROS BEIJOS QUE ALI FICOU NA DOCE SAUDADE MUSICAS DE UMA VELHA VITROLA TOCAVAM SENTIMENTOS E TOCAVAM O CORAÇÃO SINTO SAUDADES DO SENTIMENTO QUE HAVIA EM MIM SINTO SAUDADES DE MIM . O POETA EA SOLIDÃO
 
ALI FIQUEI NA SAUDADE

todos os sentidos

 
O MEU AMOR TEM O TEU SORRISO ELE SE ALEGRA AO VER TEUS OLHOS VERDE COMO MATA VIRGEM ELE SE CALA QUANDO É INTELIGENTE E ESCUTA A MUSICA MAIS LINDA DO MUNDO QUE SAI DE SUA BOCA TEU CHEIRO É DE ROSAS QUE NASCE NA PRIMAVERA O MEU AMOR É O SEU DESEJO ME DEITO EM TEU ENCANTO ELE ME FAZ SENTIR A FELICIDADE E ELA TRANSBORDA MINHA ALMA DE VIDA O MEU AMOR É TERRA FOGO ÁGUA E AR O MEU AMOR É VOCÊ EM TODOS OS SENTIDOS O MEU AMOR TEM O TEU SORRISO . O POETA EA SOLIDÃO
 
todos os sentidos

FÚTIL

 
NO FINAL DE ANO VEJO OS FRACASSOS QUE SE MISTURAM COM A ESPERANÇA NO ANO QUE ESTA POR VIR OS ANOS ANTERIOR A ESTE QUE ME DAR MAIS UMA VEZ A ESPERANÇA EM REALIZAR COISAS QUE FICARAM POR FAZER COMO EXATAMENTE A ANOS QUE PASSOU SERA QUE FRACASSEI EM TODA A MINHA VIDA POIS NEM TUDO QUE SONHEI ESTA AQUI NO MEIO DAS REALIZAÇÕES EMPOEIRADAS E QUE PERDERAM O INTERESSE SERA QUE TUDO EM NOSSAS VIDAS É DESEJOS PASSAGEIROS QUADROS NA PAREDE QUE NUNCA MAIS CHAMARAM A MINHA ATENÇÃO UM LIVRO A MESA A TELEVISÃO DE ULTIMA GERAÇÃO SERA QUE AS COISAS SÃO PASSAGEIRAS MESMO HAVENDO MUITO TRABALHO PARA SE CONSEGUIR E REALIZAR SERA QUE EU NÃO TENHO TUDO QUE PRECISO POIS AS ÚNICAS COISAS QUE SE FAZEM PRESENTES SÃO AS CONTAS POIS PRECISO PAGALAS POIS TUDO QUE TENHO NECESSITA DELAS PAGAS E QUITADAS SERA QUE MEUS SONHOS SÃO APENAS DE ALUGUEIS SONHO E TRABALHO POR ELES A VIDA TODA E FICAM ACUMULADOS POR DESEJOS QUE SE PERDEM COM O TEMPO .
O POETA EA SOLIDÃO
 
FÚTIL

VAMOS CAMINHAR

 
ME DA A SUA MÃO QUERO CAMINHAR COM VOCÊ NÃO IMPORTA ONDE IREMOS VAMOS CAMINHAR NÃO TEMOS O PODER DO TEMPO NEM O SEU ENCANTO SOMOS APENAS O ACASO NO FATO UM SONHO CLARO ILUMINADO ME DA A SUA MÃO E VEM COMIGO ACREDITE DE OLHOS FECHADOS QUE O MEU É O SEU CAMINHO NÃO SINTO EM VOCÊ O MEDO POR ESTA AO MEU LADO ACREDITO APENAS QUE AO SEGURAR EM SUA MÃO SE UM DE NÓS DOIS CAIR IREMOS NOS LEVANTAR ME DA A SUA MÃO QUERO CAMINHAR COM VOCÊ . O POETA EA SOLIDÃOE
 
VAMOS CAMINHAR

ABSTRATO

 
ABSTRATO POEMA SOU ARTE ABSTRATA CORAÇÃO DE POESIA E MENTE PINTADA DESEJOS CONFUSOS SOU DE QUAL COR OLHOS CASTANHOS CABELOS NEGROS PELE MARROM SANGUE VERMELHO SOU ABSTRATO SER ABSTRATO A ARTE CONFUSA ABSTRATO EU SOU ! O POETA EA SOLIDÃO
 
ABSTRATO

PEDAÇO DE PÃO

 
NÃO ME DE UM PEDAÇO DE PÃO SE EM VOCÊ NÃO HOUVER AMOR POIS NA VERDADE ESTA QUERENDO SE ALIMENTAR DE COMPAIXÃO E SENTIR ATRAVÉS DA MINHA DOR ALGUÉM MELHOR QUE POSSA AO SE DEITAR IMAGINAR QUE ESTA DORMINDO O SONO DOS JUSTOS E AO PASSAR POR MIM AMANHÃ SE SENTIR ALIMENTADO NO ESPIRITO MISERÁVEL E FAMINTOS NÃO SÃO AS FACES SUJAS DE ODOR FEDIDOS CAÍDOS EM UMA MARQUISE QUALQUER DA VIDA QUE OS TORNAM FILHOS DA MISÉRIAS POIS A MISÉRIA ESTA NO PODER DE SENTIR A MISÉRIA NOS PRÓPRIOS OLHOS ALIMENTANDO AS BOCAS ABANDONANDO O CORAÇÃO POIS A MISÉRIA NA VIDA NÃO É A FALTA DE PÃO ! O POETA EA SOLIDÃO
 
PEDAÇO DE PÃO

OSSEVA

 
SOMAV REZID MIS ARAP ODUT EUQ SON RAD ÁH ZAP OÃN RATNEMILA O OGE MEN A AZETSIRT OÃN RASU SOTNEMITNES SANEPA RITNES RAGUXNE AMU AMIRGAL REZAF SARREUG ED SOSIRROS E ON LANIF REBAS EUQ UOGEHC A AROH E RERROM ME ZAP. OÃDILOS AE ATEOP O
 
OSSEVA

PRA LÁ E PRA CÁ

 
SAMBA SOU BAMBA DE SORRISO FACEIRO
CURTINDO O MUNDO INTEIRO DE UM DOIS PRA LÁ E PRA CÁ A VIDA ME DEIXA FELIZ VIVER BEM É TUDO QUE EU QUIS TOMAR DE MANHÃ UMA MEDIA COM UM PÃO QUENTINHO E VER AS MENINAS DE COPACABANA A DESFILAR NA BEIRA MAR TOMAR AQUELE CHOUPINHO GELADO E CURTIR BOSSA SAMBA E CHORINHO SOU BRASILEIRO PRA MUITOS NÃO TENHO COR SOU OQUE SOU ABRAÇO O MUNDO MESMO QUE ELE NÃO ME QUEIRA ABRAÇAR SOU FILHO DE GENTE FACEIRA DE BOAS MANEIRAS TIRO OLHARES QUE TAMBÉM ME DOU A TIRAR TENHO ORGULHO DAS COISAS DA PELE SEM QUERER SEPARAR GOSTO DE FUTEBOL POIS DE UMA BOA PELADA SEM QUERER ME GABAR NÃO SOU BAMBA DE BOLA SOU BAMBA NO SAMBA SOU FELIZ SOU MAIS UM QUE AMA A VIDA DO JEITO QUE DAR . O POETA EA SOLIDÃO
 
PRA LÁ E PRA CÁ

CAMISA DE FORÇA

 
HOJE EU ACORDEI CEDO DEMAIS OLHEI AS MONTANHAS E ATRAS DA BANDEIRA ESTAVA O SOL E OS MEUS DIAS ERAM DIAS DE LOUCURAS REPETIA SEMPRE AS MESMAS COISAS E ESCUTAVA TAMBÉM AS MESMAS PALAVRAS ERA COMO O ARADO DE MEU PAI EM NOSSA FAZENDA NA MESMA DIREÇÃO PARA NÃO PERDER AS OPORTUNIDADES DE UM TEMPO QUE NUNCA IREMOS CONTROLAR
QUERÍAMOS QUE A CHUVA CAÍSSE DO CÉU SEMPRE QUE O ARADO TERMINAVA DE RASGAR A VELHA TERRA DE MUITOS ARADOS PASSADOS SEMPRE AO FINAL DO DIA OLHAVA A MESMA MONTANHA NÃO ENTENDIA PORQUE FAZIA ISSO TODOS OS DIAS POIS NADA MUDAVA A CADA DIA ERA COMO UM SONHO DE LOUCURA OU VIVIA A LOUCURA NA MINHA CARNE OU ELA ERA A LOUCURA DE OUTROS LOUCOS TENTANDO TRANSFORMAR TUDO EM LOUCURA PASSEI MESES OLHANDO O MESMO SOL DE UM DIA ATRAS DE UMA BANDEIRA ESPERANDO VESTIR UMA CAMISA DE FORÇA E ESTAR PRONTO PRA SER LOUCO E SER CONDUZIDO POR LOUCOS DE PENSAMENTOS LOUCOS E SE APAIXONAR PELA LOUCURA APENAS POR NÃO TER A LOUCURA DE DESISTIR ! O POETA EA SOLIDÃO
 
CAMISA DE FORÇA

EU !

 
EU SOU A LIBERDADE DE INTERROGAÇÃO EXCLAMANDO COM PALAVRAS VAZIAS CHEIAS DE PONTOS E VIRGULAS ONDE A PAIXÃO E O AMOR SE DESCREVEM SOU, MAIS OQUE SOU TENHO LIMITES POR SEU DIREITO E A LIBERDADE QUE VOCÊ ME DA EU SOU O CÁLICE DE UM VINHO PELA METADE A PACIÊNCIA DO TEMPO SOBRE A MORTE ONDE NÃO HA OQUE SE PERDER JULGANDO UM LEÃO POR ABATER A SUA PRESA COM SANGUE EM SUA BOCA E ESQUECER QUE O LEÃO TAMBÉM SENTE FOME E QUE NÃO FAZ DIFERENÇA SOMOS TODOS LEÕES NA DOR QUE A FOME NOS DA MEUS OLHOS PODEM VER TUDO COM LIBERDADE MINHA BOCA PODE EXPRESSAR PALAVRAS QUE ABENÇOA OU AMALDIÇOA EU SOU EU TENHO LIBERDADE EU SOU UMA VONTADE TENHO VIDA MAIS NÃO A VIDA QUE EU QUERO VIVER . o poeta ea solidão
 
EU !

QUERO MORRER POR VOCÊ

 
UMA CARTA DE AMOR COMEÇA COM A SAUDADE OU DESEJO ESTA SEMPRE EM SUAS EXPRESSÕES A REVELAÇÃO EM DIZER QUE QUANDO EU HÁ ENCONTREI PELA PRIMEIRA VEZ ALGO MUDOU EM MIM NÃO SEI DIZER AO CERTO MAIS SÓ EM ESTA ESCREVENDO ESTA CARTA ME SURPREENDI EU AQUI SENTINDO ALGO TÃO FORTE E PODER OU TER O PODER DE TRANSMITIR EM FRASES CONTIDAS EM PEQUENOS PARÁGRAFOS UM SÚBITO SENTIMENTO QUE PENSEI QUE NÃO EXISTIA EM MEU SER TOMOU MEUS PENSAMENTOS SE FEZ EM MINHA DISTRAÇÃO O ODOR DE UM PERFUME NÃO IMPORTA SE É BARATO OU SOFISTICADO É APENAS UM SINTOMA EM SENTIR NÃO A REMÉDIO QUE SE NEGUE NÃO A DOR QUE NÃO SE POSSA SENTIR MESMO QUERENDO ESTA EM TEUS BRAÇOS POR MEDO EU ADOEÇO CADA VEZ MAIS E NÃO IMPORTA ESTA NOS BRAÇOS DA LIBERTINAGEM DE UM SEXO CONFUSO DE BEIJOS AMARGOS POR CADA DOSE DA MINHA BUSCA FÚTIL POR UMA CURA POIS EU SINTO QUE MESMO NÃO QUERENDO VOU MORRER DE AMOR POR VOCÊ . O POETA EA SOLIDÃO
 
QUERO MORRER POR VOCÊ

culpa

 
EU CONSEGUIR VER SEUS OLHOS QUANDO ESTAVAM LONGE APENAS PORQUE EU ESTAVA PERDIDO E SOZINHO NENHUM SENTIMENTO QUE TOCARAM MINHA CARNE ME FEZ SENTIR ASSIM TUAS MÃOS ESTENDIDAS TODO TEMPO NO TEMPO ME OFERECENDO COMO OFERENDA AOS DEUSES OQUE HAVIA DE MAIS PRECIOSO EM VOCÊ TUAS LAGRIMAS IGUAIS A PEDRAS DE DIAMANTES CAINDO AOS MEUS PÉS TEU SORRISO COMO PEROLAS BRILHAVAM MESMO NA MAIS PROFUNDA ESCURIDÃO QUE HAVIA EM MIM E TEUS OLHOS COMO NÃO LEMBRAR SE HAVIAM NELES O CAMINHO DA SALVAÇÃO DE MINHA ALMA E SÓ CONSEGUIR VER QUANDO ESTAVA PERDIDO E SOZINHO EM UM LONGO CAMINHO LONGE DE MIM . O POETA EA SOLIDÃO
 
culpa

DESTINO

 
COM TRISTEZA EU PARTIR EM DIREÇÃO A TERRAS DISTANTES E DESCONHECIDAS FUI LEVADO PELA AVENTURA O DESEJO DE SER HERÓI ESTAVA EM UM NAVIO QUE DESBRAVOU COMIGO OS OCEANOS E DURANTE MESES SÓ AVISTAVA UM MUNDO DE ÁGUAS CALMAS E BRAVAS SEMPRE O DIA ERA LONGO E A NOITE PARECIA QUE A TEMIDA MORTE ME ABRAÇAVA O SOM DO MAR BATENDO NO NAVIO ERA COMO A BATIDA DO MEU CORAÇÃO DAVA PRA RESPIRAR SUAVE A CADA DIA ESCUTAVA BALEIAS CANTANDO A MUSICA DOS OCEANOS E A MINHA AVENTURA ME LEVAVA NO NASCER E POR DO SOL A CADA DIA DE MUITOS DIAS QUE EU AINDA IREI EM MINHA VIDA NAVEGAR .
O POETA EA SOLIDÃO
 
DESTINO

MARIONETE

 
MUITO ALEM DO QUE POSSO VER E AS PALAVRAS QUE NOS FAZEM TER A CERTEZA QUE QUASE SEMPRE ESTAMOS PERDIDOS EM NOSSOS SENTIMENTOS POIS NEM SEMPRE OQUE PENSAMOS IRAM SAIR DE NOSSAS BOCAS TEMOS VONTADE MAIS NUNCA A CORAGEM OLHO PARA AGRADAR ESCUTO COM LIMITES E FALO PALAVRAS QUE MEUS PENSAMENTOS NEM SEMPRE SE AGRADAM EU FECHO OU ABRO MEUS OLHOS PARA NÃO ME MACHUCAR FICO SURDO PARA NÃO ME PERDER E FALO SOMENTE OQUE QUERES OUVIR . O POETA EA SOLIDÃO
 
MARIONETE

EU QUERO SER !

 
MINHA HUMANIDADE NUNCA PERCEBI EM MINHA VIDA EU SEI TODAS AS FAZES PARA SER UM SER HUMANO PARA SE TORNAR UM SER HUMANO E ESCUTAVA HISTORIAS DE FOME E DE GUERRAS DE TRAGEDIAS EM QUE MUITOS PARTIRAM DEIXANDO SAUDADES E TAMBÉM CHOREI POR PESSOAS MESMO ESTANDO LONGE DO MEDO DO SANGUE E DA MORTE E NOS MEUS TEMPOS DE INFÂNCIA E JUVENTUDE OUVIA SOBRE PESSOAS QUE LUTAVAM PARA QUE OUTRAS PESSOAS PUDESSEM SER FELIZES E TER PELO MENOS VIDAS DESSENTE AO PASSAR DE SUAS VIDAS E COM ISSO OUTRAS TERIAM QUE MORRER POR OUTRAS PESSOAS QUE LUTAVAM PARA QUE OUTRAS PUDESSEM VIVER E EM NOME DA HUMANIDADE MAIS SANGUE FORAM DERRAMADOS E VIDAS HUMANAS FORAM EXTINTAS COMO UM SOPRO DE UMA VELA AO VENTO ESCREVO ISSO CHORANDO POR VIDAS QUE SE FORAM PARA QUE OUTRAS VIDAS SE TORNASSEM HUMANAS ONDE PODEMOS ENCONTRAR A TÃO CHAMADA HUMANIDADE QUE SE FAZ EM INTERESSES POLÍTICOS POR PESSOAS QUE TENTAM SER HUMANOS AO TER INTERESSES HUMANOS SOBRE AS PRÓPRIAS VIDAS E TENTAR NÃO SE AFOGAR SUBINDO SOBRE CORPOS DESESPERADOS PELO MESMO AR CADE VOCÊ HUMANIDADE VOCÊ ESTA NA HORA DE SERVIR UM PEDAÇO DE PÃO OLHANDO PARA O CÉU E SENTIR QUE ISSO É TUDO QUE PODE FAZER A MINHA FOME DE HUMANIDADE VAI ESTA AMANHÃ TALVEZ NÃO NO MESMO LUGAR MAIS VAI QUERER SE ALIMENTAR DE UM POUCO DE HUMANIDADE O TEMPO É IGUAL PARA TODOS O AR A DOR AS CORES E A ESCURIDÃO MUITOS TRANSFORMARAM A HUMANIDADE EM COMERCIO UM LUCRO DESUMANO EM NOME DA HUMANIDADE EU ME SINTO UM SER HUMANO MAIS OUTROS SERES QUE DIZEM SER HUMANOS NÃO DEIXA EU TER ESSE DIREITO ME DE A MESMA HUMANIDADE QUE VOCÊ QUER PARA VOCÊ SOU HUMANO EM TUDO COMO VOCÊ SOU UM HUMANO MAIS DEPENDE DE VOCÊ APENAS SER ! O POETA EA SOLIDÃO
 
EU QUERO SER !

A MINHA POESIA É SENTIR .

 
A MINHA POESIA É SENTIR EM TEUS OLHOS AS EMOÇÕES QUE MEUS VERSOS LHE DÃO E PERCEBER O SEU CORAÇÃO SE ENTREGAR AO ENCOSTAR SUA CABEÇA EM MEU OMBRO E SUSSURRAR ALGO SEM QUE MINHA AUDIÇÃO PERCEBA E SENTIR SUA VOZ TREMULA COM O CALOR QUE SAI DE SUA BOCA E NOSSOS ABRAÇOS SE TORNA MAIS APERTADO COM A SUSPEITA QUE JUNTOS ESTAMOS COM MEDO DAS EMOÇÕES QUE SÓ A POESIA NOS DAR A MINHA POESIA É APENAS SENTIR O MELHOR QUE SE TRANSFORMA EM MEU CORAÇÃO COM DESEJOS DE VER EM VOCÊ BONS DESEJOS E SABER QUE A DOR É APENAS UMA VIRGULA EM CADA FRASE DE MINHA DOCE POESIA A MINHA POESIA É O MELHOR QUE MEUS OLHOS POSSAM VER DO MUNDO ELA SE FAZ COM A HARMONIA POR SER APENAS A MINHA POESIA . O POETA EA SOLIDÃO
 
A MINHA POESIA É SENTIR .

SOPRO

 
O TEMPO É VASTO ELE É TEMPO QUE NÃO SE MEDE COM A MEDIDA E NEM COM A ESPERANÇA DE UM TEMPO ELE ACARICIA ACALENTANDO O INFINITO ELE NÃO SE DAR ELE NÃO SE COMPRA ELE É O SOPRO DA IMENSIDÃO ELE APENAS EXISTE SEM PERDÃO EM NOSSAS VIDAS ELE APENAS COMEÇA E MESMO QUE A MORTE SE FAZ PRESENTE ELE NÃO TEM FIM . O POETA EA SOLIDÃO
 
SOPRO

ME DESENCANTAS

 
OQUE TE ENCANTAS ME DESENCANTAS OQUE FIZEMOS PARA O AMOR NÃO É NATURAL NA PERDA NA CULPA SE FAZ A SOLIDÃO E O VICIO TE ENCONTRA NA MESA DE UM BAR E A CADA CONVERSA QUE TENS COM A AMARGA DOR DEIXA APENAS O VAZIO QUE VEM DE OUTROS OLHARES EM SENTIR PENA DE TI E A NOITE SE FAZ EM MADRUGADA FRIA ONDE TI ACOMPANHA NA SAIDEIRA APENAS A SOLIDÃO . O POETA EA SOLIDÃO
 
ME DESENCANTAS

POEMA PRA LÁ E PRA CÁ

 
 
 
POEMA PRA LÁ E PRA CÁ