https://www.poetris.com/

Poemas, frases e mensagens de SemRumo

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de SemRumo

O inicio..

 
Foi sempre assim..
um rumo perdido por entre diferentes caminhos entrecruzados nas esquinas duvidosas do futuro..
Hoje..
Procuro encontrar a essência do teu ser naquilo que já significaste!
Se te encontro?!


Não sei..
 
O inicio..

escuridão

 
comecei a ter medo do escuro,
agora, ao fim de tantos anos de deixar a idade da inocência
é quando apago a última luz presente
quando o vento recortado pelo ressoar nas paredes
e a chuva que cai incessantemente nos vidros
quando deito finalmente a cabeça na almofada
que as lágrimas me escorrem pela face
num tumulto de emoções
e na saudade de adormecer o teu corpo enroscado no meu
 
escuridão

Amago

 
No deleite celestial
de um crescer platónico,
Sente esse poder carnal
De um desejo que ultrapassa o cósmico!
Profana uma e outra vez
Esse corpo que reclamaste como teu.
Penetra doce e repetidamente
Até ao âmago chegares..
Funde o teu corpo no meu
e proclama finalmente..

.. esse amor crescente..
 
Amago

Hoje senti..

 
Hoje senti finalmente o poder da desilusão..
senti a felicidade escapar entre os dedos,
e o sorriso desvanecer no passar do tempo.
Hoje senti por fim o poder da saudade..
Do recordar das memórias
Do reviver das lembranças.
Hoje senti finalmente o poder do desgaste..
Do querer reivindicar uma oportunidade
E de não ter forças para doravante lutar.
Hoje senti por fim o poder das palavras..
De querer exprimir o sentimento
e da falha na sua conjugação como se de um dicionário as folhas tivessem arrancado.
Hoje senti enfim o poder de uma lágrima..
Da mágoa sentida
Do rasto trilhado pelo rosto.

Hoje senti eventualmente o poder da desistência..
De um corropio de pensamentos, memórias, lembranças e palavras..
De não ter mais que recordações e não ter mais forças para lutar..

Baixei os braços e deixei a felicidade escapar entre os dedos fechados de uma mão..!
 
Hoje senti..

Um até já..

 
E agora que a tua partida parece cada vez mais eminente
Refúgio-me em mim
e nas lembranças dos momentos que junto passamos.
Nada mais faz sentido do que a reminiscência do passado..
de um dia bem vivido, de um sorriso, da mão pousada no meu regaço ou de uma gargalhada ampliada pelo eco das paredes do teu coração.
Nada mais recordo que o brilho secular dos teus olhos,
ou do teu sorriso erguido como se de uma bandeira defraldada ao vento se tratasse.
Quero dizer-te adeus em paz..
Empregar a palavra certa,
recuar o adeus e dizer-te um até já.
Quero sossegar o teu coração..e o meu!
Nada é eterno
mas tudo isto talvez tenha sido demasiado efémero para um dia qualquer um de nós recordar..
agora.. adeus.. ou melhor, um até já..
 
Um até já..

sinais

 
E esse teu orgulho
ferido anteriormente por outro alguém
que neste momento perde qualquer noção de tempo ou espaço
acabará finalmente por surtir o efeito que menos desejas
em algo que outrora acreditaste
Agora e sem mais te digo
põe-no de parte e vê
abre de uma vez a pupila mais profunda
e encara de por fim o que mais temes
não seguiràs o caminho errado isso te prometo
mas talvez na delonga te apercebas que talvez quando te restar apenas saudade e não orgulho
será tarde demais pra voltares atrás
 
sinais

Não lutes contra..
Age para..!