https://www.poetris.com/

Poemas, frases e mensagens de AbelardoAraujo

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de AbelardoAraujo

ELES

 
ELES

E eles caminhavam,
Como embriagados,
Sem noção de como caminhar.

Eles matavam e ao matar,
Por conseqüência,
Acabavam morrendo.

E falavam de amor,
Mas agiam com ódio.

E chamavam-se de irmãos,
Mas havia traição.

Diziam que eram humanos
Mas se comportavam
Com tão grande estupidez.

Abelardo Araujo

ALINHA-TE - Saraiva
www.saraiva.com.br/alinha-te-8956292.html
 
ELES

VOCÊ É O TEMPO

 
VOCÊ É O TEMPO

Você precisa entender o tempo.
O tempo é livre,
ele pode ser rápido ou lento.
Pode ser positivo ou negativo.
Você é quem vai equilibrar o corpo
e a sua vida dentro desse tempo.
Alguns não sabem o que veio fazer aqui,
outros iguais desconhecem suas missões dentro do tempo.
Muitos criaram seu próprio tempo,
baseado na Ignorância.
Dessa mesma ignorância,
fizeram da guerra o seu lema.
Fizeram do preconceito,
um fato natural.
Acreditaram que era importante valorizar as superficialidades.
E se perderam no tempo.

Abelardo Araujo

Poema do Livro Digital Alinha-te, de Abelardo Araujo. disponível no Site da Saraiva

http://www.saraiva.com.br/alinha-te-8956292.html
 
VOCÊ É O TEMPO

AS TRALHAS DA VIDA

 
AS TRALHAS DA VIDA

Os sentimentos de ódio são como tralhas,
que ocupam espaços e que atrapalham
o caminhar.
A gratidão é marca
dos seres puros e nobres
e deve ser doada a todos,
mesmo para aqueles que
nos prejudicam,
isso porque
em outras
existências,
há possibilidades
dessas pessoas
terem sido nossos pais.
Então: é necessário
ser constantemente
benevolente com elas.

Abelardo Araujo

----------------------------------------------------
Poema do Livro Alinha-te,
de Abelardo Araujo.
disponível no Site da Saraiva

http://www.saraiva.com.br/alinha-te-8956292.html
 
AS TRALHAS DA VIDA

A HUMANIDADE

 
A HUMANIDADE

Estavam tão preocupados
com vossos umbigos,
que o tempo passava
com uma velocidade única.

Onde não havia tempo,
pra olhar no olhar.

Não havia tempo,
pra acudir,
Nem iluminar,
os caminhos
de mais ninguém.

Poema do Livro digital /
Alinha-te de Abelardo Araujo
disponível no site da Saraiva

www.saraiva.com.br/alinha-te-8956292.html
 
A HUMANIDADE

ASSINA A TUA OBRA DE ARTE

 
ASSINA A TUA OBRA DE ARTE

Se te deram um rascunho mal acabado, não reclamas.
Não perde teu tempo com lamentações.
É simples, não complica,
complementa com teu lápis o que falta.
Pega aquela borracha e apaga o que não presta.
Arruma tintas e colore a tua vida.
Desenha a tua vida como desejas.
Ninguém vai pintar o teu quadro, para você receber aplausos.
Com teu suor, faça a sua obra de arte agora.
Vai lá no teu ateliê, te reinventa, sai das cinzas.
Depois assina a tua obra de arte e recebe as tuas glórias
pelo teu próprio merecimento.

Poema do Livro Digital Alinha-te
de Abelardo Araujo

disponível no Site da Saraiva

http://www.saraiva.com.br/alinha-te-8956292.html

____________________________________________________
 
ASSINA A TUA OBRA DE ARTE

PRIMEIRO ATO DA HUMANIDADE

 
PRIMEIRO ATO DA HUMANIDADE
Somente acenda as luzes,
quando o amor chegar de vez.

Só abra as cortinas,
quando o respeito adentrar.

Quando todos,
poderem ficar com os braços abertos,
esperando pelos abraços,

Então inicie
o primeiro ato da humanidade
abrindo de vez as cortinas.

Abelardo Araujo

Poema do Livro digital Alinha-te
de Abelardo Araujo
Disponível no site da saraiva

www.saraiva.com.br/alinha-te-8956292.html
 
PRIMEIRO ATO DA HUMANIDADE

SOU UM CIDADÃO DO MUNDO

 
SOU UM CIDADÃO DO MUNDO

Amo gente,
não importa a região,
muito menos a condição.

Não classifico,
amo de paixão.
Tenho todos os sentimentos
que você tem.

Sou igual,
sou completamente igual.
Olho direto no olho.

Não importa a descendência,
nem o medalhão que carrega.
Não sou, apenas estou.

Nada me pertence,
Apenas desfruto.

Não há lamentos
e sim encantamentos.

Não há perdas,
mas complementos
e deslocamentos.

Não sou daqui
Nem dali.

Não sou negro,
nem indígena,
muito menos pardo.

Sou apenas
um cidadão do mundo.

Sou do universo,
assim como também,
o universo é de mim.

Abelardo Araujo

_________________________________

Poema do Livro Alinha-te,
de Abelardo Araujo.
disponível no Site da Saraiva

http://www.saraiva.com.br/alinha-te-8956292.html

_________________________________
 
SOU UM CIDADÃO DO MUNDO

DIAS DE ANO NOVO

 
DIAS DE ANO NOVO

Existe uma época,
que o ar está mais puro
e a vida mais leve.

Existe uma época,
que o amor está por perto
e viver é mais gostoso.

Existe uma época,
que o perdão é muito
mais solicitado.

Existe uma época,
que somos estimulados
a recomeçar
e a tentar ser mais humanos.

Existe uma época,
que se diz mais,
muito obrigado.

Existe uma época,
que se renasce
com mais facilidade.

Existe uma época,
que o humanismo
e a esperança brota
com mais naturalidade.

Existe uma época,
que nos reciclamos
e nos tornamos melhor.

E essa época sempre surge,
nos dias próximo ao ano novo.

Eu por exemplo, tenho feito com que
todos os meus dias do ano,
sejam como dias de ano novo.

Pema do livro Alinha-te
do poeta Abelardo Araujo
 
DIAS DE ANO NOVO

ARRUMA UM TEMPO PRA TI

 
ARRUMA UM TEMPO PRA TI

Acha um tempo pra ti.
Faça uma bela bagagem, joga lá dentro teus preconceitos
e a tua arrogância.
Mas joga com prazer, depois atira essa mala para infinito
e nunca mais queira encontrá-la.
Agora, respira, contempla o céu,
procura admirar as cores desse céu.
Ele está tenebroso ou encantado?
Por acaso o arco-íris está lá?
Suponha que ele esteja lá, consegue ver as suas belas cores?
São cores diferentes não?
Cada uma dessas cores possui a sua beleza,
Não é mesmo?
Veja aquele jardim, há vários tipos de flores,
flores diferentes, mas mesmo assim, todas são belas.
Assim somos nós humanos, diferentes, porém belos.
Agora está tudo bem, acalma-te.

Abelardo Araujo

Poema do Livro digital / Alinha-te de Abelardo Araujo
disponível no site da Saraiva

www.saraiva.com.br/alinha-te-8956292.html
 
ARRUMA UM TEMPO PRA TI

ENCONTRA O TEU EIXO

 
ENCONTRA O TEU EIXO

Caminha com os pés no lugar deles,
Que é no próprio chão.
Não,
não caminha pelas laterais dos pés,
força teu pé no chão,
sentindo a temperatura do mundo.
Sente você se encaixando no universo,
como se vocês dois fossem apenas um.
Levanta um pouco mais a tua cabeça,
nem muito baixo, nem muito alta.
Toma o que é seu para sempre,
agarra a tua coragem e não larga nunca.
Olha firme no horizonte,
Agora sim: caminha com segurança
e cumpre a tua missão
de SER UM HUMANO.

Abelardo Araujo

Poema do Livro digital / Alinha-te de Abelardo Araujo
disponível no site da Saraiva
www.saraiva.com.br/alinha-te-8956292.html

email e face: abelardoaraujjo@hotmail.com
 
ENCONTRA O TEU EIXO

POÉTICO

 
POÉTICO

Primeiro pensei em fazer um poema,
ou uma poesia,
quem sabe.
Mas logo em seguida,
pensei apenas em um soneto.
No caminho me confundi,
com a estrutura de cada um.
Estou totalmente preso a formulas,
Conceitos
e estruturas pré estabelecidas.
Depois dessa confusão toda,
Agora não consigo criar
nem mais estrofes,
que dirá poemas.
Cheguei a conclusão que:
por hoje chega, há momentos,que é necessário calar-se.

Abelardo Araujo

Poema do Livro Digital Alinha-te,
de Abelardo Araujo.

Disponível no Site da Saraiva

http://www.saraiva.com.br/alinha-te-8956292.html
 
POÉTICO

SEM RETROCEDER

 
SEM RETROCEDER

Por várias vezes,
tropecei e cai.

Por várias vezes,
fui abandonado e largado.

Por várias vezes,
estava sozinho e não fui o escolhido.

Em nenhum momento me deixei cair,
me tornei ousado, corajoso,
e não aceitou o papel de vitima.

Eu acreditei nas possibilidades,
mesmo com os trancos e barrancos,
encontrei o tal encantamento da vida.

Aprendi a gostar de exercitar a coragem,
ganhei força para levantar-se só.

Aprendi a dominar o meu eu inferior,
me tornei um escultor da minha própria humanidade
e comecei a me moldar para melhor.

Por ter escolhido o bem maior,
Meu estado de vida estava se elevando
e eu me tornando grande.

Não tinha mais vontade de chorar,
pois agora eu precisa secar as lágrimas do meu povo.
Por isso, eu não podia mais retroceder
e na verdade, eu também não queria mais retroceder,
pois estava muito mais feliz, com o meu novo caminhar.

Abelardo Araujo

Poema do Livro Digital Alinha-te
de Abelardo Araujo

disponível no Site da Saraiva

http://www.saraiva.com.br/alinha-te-8956292.html
 
SEM RETROCEDER