https://www.poetris.com/

Poemas, frases e mensagens de gillsan

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de gillsan

FICARAO AS ROSAS

 
FICARÃO AS ROSAS

Você já vai?
Que pena, amor...
Você está escolhendo uma vida do
“Sem mim” sem minha presença
Sem meus carinhos...
Quer partir?
Parte então, em buscas de novos
Caminhos, de nova vida, de novos amores...
Não ficarei só, com certeza
Ficará o teu perfume,
O teu cheiro na minha mente
O calor do teu corpo
Em nossa cama
Ficará a saudade das tardes
Com nossos amigos
Ficará o desejo, ficará o sabor dos
Teus beijos
Ficarão as noite de luar
As juras de apaixonados
Ficarão as estrelas, o mar
As noites de solidão
Ficarão as rosas
“Amo a liberdade,
Por isso deixo livre tudo que tenho.
Se voltar é porque conquistei,
Se partir é porque nunca possuí”
Ficarão as rosas!....

Gilson Luiz da Silva
 
FICARAO AS ROSAS

PERFUME

 
PERFUME

Foi uma noite de raro e delicioso ardor
Uma bela noite de mil ilusões
Mas uma breve noite, logo terminou
Noite linda de desejos e paixões!

Mil beijos, mil juras tão lindas
Rutilantes loucuras ,de amor e açoites
Fantásticos de tesão, lembro ainda
Sonho encantado de uma grande noite!

Ainda guardo , de lembrança aqui comigo
O frasco de perfume dela, e é tão cruel,
Só ter restado aqui o perfume antigo
E o embriagante cheiro suave do seu channel!

Ainda hoje eu me lembro dela, divina
E sei hoje como é triste quando um amor
Dessa forma brusca assim termina:
Antes do frasco, o amor dela se acabou!

Gilson Luiz da Silva
 
PERFUME

TE AMO DEMAIS!

 
TE AMO DEMAIS!

Eu te amo demais, muito mesmo
E curto cada hora esse amor antigo
Embalado em carícias e beijinhos
Muita compreensão, muito carinho
E que me deixa hoje, cada dia
Mais feliz por ter você comigo!
O nosso começo? Não lembro como foi
Eu só sei que não começamos pelo começo
O nosso amor tão bonito
Já era uma realidade antes mesmo de nós!
.
Gilson Luiz da Silva
 
TE AMO DEMAIS!

E NAO JA TE ACONTECEU?

 
E NÃO JÁ TE ACONTECEU?

E não já te aconteceu?
E não te aconteceu nada disso na vida
De procurar uma pessoa querida
No meio da multidão?

E não te aconteceu de sede sem parar
E muita água teres para beber
E tua sede não poder matar
Pois tua “água” custava a aparecer?

E não já te aconteceu,
De te sentires só no meio de uma multidão
Em desespero , sem ninguém por perto
Pois era multidão, faltava alguém:
-E onde falta este alguém tudo é deserto!

Gilson Luiz da Silva
 
E NAO JA TE ACONTECEU?

MEU CORAÇÃO

 
MEU CORAÇÃO

O meu coração está muito cansado
Sofrendo com o passar dos anos
Sofrendo com todos desenganos
O meu coração anda amargurado...

Ainda vibra nele os acordes delicados,
Ainda chora , ainda sorri ao tom da poesia,
Ainda encontra na vida um pouco de magia
Ainda sonha, ainda vive enamorado

Um dia eu vivi paixões, vivi loucuras,
Eu vivi sonhos e muitas venturas,
Cabelos brancos, lá foi a mocidade,

Mas meu coração ainda deixa essa herança,
Plantou flores, paixões, esperanças,
E se plantou amor, meu coração plantou saudade...

Gilson Luiz da Silva
 
MEU CORAÇÃO

AMASTE ALGUMA VEZ?

 
AMASTE ALGUMA VEZ?

Já uma vez sentiste o mundo ficar lindo
Viste o céu mais azul que tudo?
Olhaste o sol a brilhar como nunca?
Amaste alguma vez?

Sabes o que é uma saudade? Uma dor?
Já experimentaste como dez minutos
Podem parecer dez anos numa espera?
Amaste alguma vez?

Quantas músicas não ouves sem chorar?
Lembra-te deste perfume? De um rosto?
Ainda guardas contigo uma carta amarelecida?
Amaste alguma vez?

Conheces a dor de uma partida?
Sabes o que é ser feliz no sofrimento juntos
E ser infeliz na alegria
Quanto distante de alguém?
Amaste alguma vez?

Deves ter sofrido como todos os enamorados
Mas concorda comigo
O amor é o mais lindo martírios
Eu te digo porque amei, porque amo!
E tu?... Amas?
Amaste alguma vez?

Gilson Luiz da Silva
 
AMASTE ALGUMA VEZ?

NOITE FRIA

 
NOITE FRIA

Nesta noite fria e pavorosa
Eu te amarei melhor querida!
Não há uma estrela no céu perdida
Noite escura,fria,noite medrosa!

Um perfume gostoso, perfume de rosas
Varre a noite na terra adormecida ...
O nevoeiro aumenta,na noite esquecida
Nos ares há só as névoas brumosas

Somente, corpos nus, ardentes
Em longos vorazes beijos quentes ...
E os céus palpitando, cheios
De uma bacanal de braços e de seios.

Gilson Luiz da Silva
 
NOITE FRIA

ETERNO AMANTE

 
ETERNO AMANTE

Oh , minha eterna musa
Estou te escrevendo agora
E a minha pena percorre rápida
Toda sensualidade do teu corpo!

E lascivo, te desnudo minha querida,
Com minha pena, com tintas coloridas,
E surge teu lindo busto, uma maravilha
Que extasia e deixa louco de desejo!

És minha, apesar de te tocarem os tecidos de tua cama..
Em teu colo quantas vezes descansei
Em tua cama quanta vezes repousei
E em soluços implorei um beijo teu

O minha eterna musa
As minha poesia é para ti
Sonetos feitos a luz do luar
Tentando chegar ao intimo de tua beleza sensual!

Partes agora, e acaricio os caminhos que percorrestes
Com um desejo imenso de possuir-te
Sentindo teu perfume em cada flor
O teu aroma em cada perfume
Em cada arbusto vejo teu perfil
E tua alma em cada curva da estrada

Outro te amar? Nunca!!
Me levarás contigo...
Em cada beijo que receberes, ai estarei
Verás meu rosto, o fantasma do desejo
Chamarás meu nome, na tua paixão
E sempre verás em outro qualquer ser
A não ser eu
Teu eterno amante!

Gilson Luiz da Silva
 
ETERNO AMANTE

QUANDO NAO TIVER QUEM TE LEVE ROSAS

 
QUANDO NÃO TIVER QUEM TE LEVE ROSAS!

Se um dia, revolver-se no seu leito
Sentindo falta de calor
Se acaso não dormir direito
Na ausência desse amor!
Quando sentires falta de uma voz
Que está distante de você
Quando chegar a vontade atroz
De certa hora poder me ver....
Se precisares de uma mão amiga
Para aquecer o frio das tuas mãos
Quando lembrares uma voz antiga
Que te falava ao coração...
Quando sentires falta dos meus beijos
Do meu calor que te aqueceu
E não puderes sufocar teus desejos
Finja que há tempos me esqueceu!
Se por acaso chamar meu nome, querida,
E só a saudade te der ouvidos
Lembre-se que você matou um amor , em vida
Que não deveria ter morrido!
Quando acaso nas horas dolorosas
Você em vão chamar por mim
Quando não tiver quem te leve rosas
Não chore! Você quis assim!

Gilson Luiz da Silva
 
QUANDO NAO TIVER QUEM TE LEVE ROSAS

MULHER ARDENTE

 
MULHER ARDENTE

Te desejo todos os dias
Com todo o meu ser,
Mulher tentação
Mulher quente,
mulher ardente
Tem o sabor da paixão
O cheiro do tesão!
Te adoro deliciosamente nua
Quando dengosa se insinua
No meus braços, com volúpia
E sinto teu hálito fogoso
A me abrasar de desejos
A me cobrir de beijos
Ah! Mulher ardente
Eu te quero, eu te adoro
Num êxtase eu te venero
Nessa sensualidade tamanha
Cada dia mais te quero!
Puro prazer de fêmea apaixonada
Quero te possuir, te sentir
Morrer em teus braços
Sentindo teus beijos quentes
Linda...gata...ardente!

Gilson Luiz da Silva
 
MULHER ARDENTE

EU, POETA

 
EU,POETA

Não sabes porque nós rimos.
Não sabes porque choramos
Nem imaginas pra onde vamos
Nem que saudades carregamos!

Não sabes das noites indormidas
Nem de nossos belos amores
Nem de nossa lágrima sentida
Nem de nossas cruéis dores!

Amo o Sol, adoro a Lua
Senhor do mar e da natureza
Vivo de uma caricia tua
Vivo do amor, e da beleza!

Senhor das noites, e dos sonhos
Adoro as flores, adoro as matas
Adoro você, anjo risonho
Eu, Poeta, sempre em serenatas!

Gilson Luiz da Silva
 
EU, POETA

POETA CANTOR

 
POETA CANTOR

Disseram , não és poeta
Eu fiz que não ouvi não
Só canto lágrimas secretas
Pra agradar o coração!

Se sou poeta , ou não sou
Pouco importa para mim
Apenas falo de amor
E da saudade sem fim!

Adoro ouvir as estrelas
Falo com ondas do mar
Cantos as coisas belas
Mesmo sem saber cantar!

Se não tenho rima certa
Se não escrevo direito
Tenho uma alma aberta
Que rima de todo jeito!

Se sou poeta ou não
Sempre serei um cantor
Pois faço minha canção
Só pra você, meu amor!

Gilson Luiz da Silva
 
POETA CANTOR

CORPOS ARDENTES

 
Ela chegou, louca de paixão
“ Amor sou toda tua!
Tenho desejo e tesão
Vem amor , me possua”!
“ Me beija loucamente
E vem sem nenhum receio
Vem , amor, e docemente
Vem sugar os meus seios!”
:” Ai amor, estou carente
Estou toda molhadinha
Quero tua língua bem quente
Dentro da minha grutinha!”
E seguia num grande frenesi
“Amor, vem que eu quero te sugar
Morta de desejos por ti
Quero me realizar!
Ela sugava com paixão
Na sua volúpia louca
Eu morto de tesão
Explodia na sua boca!
“Ai amor, estou sentindo
Parece que estou no céu
Meu tesão está explodindo
Como é gostoso o seu mel!”
Ela pedia, gemia
Falava louca, sem nexo
“Vem com força, ela pedia
Penetra todo meu sexo”

Era lindo, pura paixão
Entrava e saia da minha bela
E vimos no gozo a explosão
De um milhão de estrelas!
Eu parecia uma chama
Ela parecia um vulcão
Corpos nus ali na cama
Numa violenta paixão!
Loucura de quem se ama
Era como um sonho talvez
Corpos ardentes na cama
Como na primeira vez!

Gilson Luiz da Silva
 
CORPOS ARDENTES

DESTRUIDOR DE SONHOS

 
DESTRUIDOR DE SONHOS

Eu percebi o vazio na minha mente
Faltava algo, uma ausência em vi
De você ó musa, que tão somente
Existe pra te chamar de querida!

E assim, me rasguei impunemente,
Sem temor, lacerei a alma já ferida
Furor insano, num gesto fremente
Acabei de vez uma coisa atrevida!

E foi ontem a noite, que eu decidi
E que tive certeza que enlouqueci
E pensei que até iria morrer

Pois foi num gesto medonho
Que destruí todos meu sonhos
Por que neles só existiam você!

Gilson Luiz da Silva
 
DESTRUIDOR DE SONHOS

COISA LINDA

 
COISA LINDA

O meu lugar é teu abraço
O meu lugar é junto a você
O meu sonho são seus olhos
Minha estrela é você
O seu carinho me faz viver
Sua presença linda me acalma
Você é meu sol, minha luz
Você mora no meu coração
É a coisa mais linda que já vi!

Gilson Luiz da Silva
 
COISA LINDA

VAI

 
VAI

Vai teu caminho, não trepides, segue
Não te consuma os pés a caminhada
E nem sequer alguém te negue
Um pouco de repouso na jornada!

Julgas , longe talvez, buscar pousada,
E lenir a paixão que te persegue?
Nunca te deixes ficar sempre enganada
Nem nunca ao mal , seja então, entregue!

Vai. Pisa firme, segue teu caminho
Que importa que fique só, sempre sozinho
Não claudiques , porém, nunca teus passos

Vai. Mas se algum dia te houver desfeito
Todo o amor que incendeia no teu peito:
Volta. e hás de ter aberto os meus braços!

Gilson Luiz da Silva
 
VAI

A QUEM DAREI AS ROSAS?

 
A QUEM DAREI AS ROSAS?
Estou só...ela há muito foi embora
Me deixou aqui, numa eterna solidão
Estou sozinho e me vejo a toda hora
Sem amor, morrendo de paixão!

Não há mais amor em minha vida...
Ninguém para cantar uma canção
Ninguém para chamar de querida
Ninguém a quem dar meu coração!

De que valem as minhas flores
Se não tenho amores para ofertar
De que vale o canto de dores
Se não tenho mais amor para cantar?

De que vale toda minha poesia
Se minha vida está hoje confusa?
Cantarei para quem minha alegria
Se não tenho a minha musa?

Meu violão esta lá jogado
Não há mais noites de cantatas
Se alguém não está do meu lado
Para quem farei serenatas?

Vou destruir todo meu jardim!
Se não existe mais minha formosa,
Se o poeta vive hoje assim
A quem darei as minhas rosas?

Gilson Luiz da Silva
 
A QUEM DAREI AS ROSAS?

ENAMORADO

 
ENAMORADO

Ser enamorado é sentir uma alegria, um sofrimento
É pensar com ardor na pessoa tão amada
Sentir ciúmes de tudo, até do próprio vento
Ser enamorado é viver e passar horas encantadas!

Ah! Querida Quando eu ouço tua voz a todo momento!
Quando me fitam esses olhos que são de fada,
Quando tu vens e ocupas todos os meus pensamentos
E me sinto cada dia mais feliz, a alma enamorada!

Amo-te, cada vez mais com sublime devoção,
Tu és meu sofrer, tu és toda minha alegria
É o dever sacro que me faz pedir perdão!

Nunca me esqueças, nunca meu doce anjo adorado
Nem que de mim te separes, ,talvez, algum dia
Lembra-te sempre de mim, aqui....enamorado!

Gilson Luiz da Silva
 
ENAMORADO

ANJO DIVINAL

 
ANJO DIVINAL

Você chora no meu pranto
Sofre com meus desencantos
Padece no meu sofrer!
Que não me deixa no abandono
Que perde noites de sono
Pra não me ver padecer!

Você , bela querida minha
Dedicada,doce maluquinha
Alegria dos dias meus
Minha eterna paixão
Dos meus dias a razão
O meu presente de Deus!

Te quero sempre ao meu lado
Quero estar acompanhado
Desse amor sem igual
Mulher, amada, amante
Meu precioso diamante
O meu anjo divinal!

Gilson Luiz da Silva
 
ANJO DIVINAL

PEGAÇÃO

 
Pegação

Quero te pegar, te pegar de jeito
Te amar de todo jeito
Puxar teus cabelos
Arranhar tuas costas
Te pegar na sala de estar
Te jogar no sofá
Quero te pegar no chão todinha
Te jogar no tapete, amar na cozinha
E no nosso banho de cheiro
Te pegar no banheiro
Quero te possuir na grama
E depois, descansar na cama!

Gilson Luiz da Silva
 
PEGAÇÃO