https://www.poetris.com/

Poemas, frases e mensagens de willians

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de willians

Telma Regina

 
falar sobre vc....
escrever sobre vc
rsrs o que posso dizer....
ciumenta,amorosa
birrenta,dengosa,
loira dedicada
morena pintada
bico charmoso
beijo gostoso
olhos azulados
cabelos encaracolados
nariz de metida
vida sofrida
mulher guerreira
menina manhosa
mulher festeira
menina gostosa!
Ao seu lado estou seguro
duvidado,mas eu aturo.
Estou feliz,estou apaixonado
como sempre quiz,estou sendo amado.
Você me refugia,me traz calmaria
me contagia,me dá alegria.
Diz que me ama ,mas nãos me confia,
me stressa na semana,me stressa todo dia,
me deixa louco,e não é um pouco
açoitado por tua imaginação
não sou vítima,nem coitado.
somente escravo da paixão.
Te amo do seu jeito
te quero com seus defeitos,
não te espero compreenção
somente carinho
não te espero,mudança,
somente o biquinho.
Se para amá-la,este é o preço a pagar,
então devo cobiça-la,e cada vez ainda mais te amar,
se é desse jeito que terei a desejada felicidade,
para que meu sonho se torne realidade
provoca-me,duvide-me,faça-me o que quizer,
desde de que seja minha menina mulher!
 
Telma Regina

Estou chamando por você!!!!

 
Procuro por ti,clamo por ti,
grito,mas não me ouve,
peço-te atenção,mas se ausenta
preciso daquilo que me acalenta.
Onde estás menininha,onde estas minha princesa
irei dormir mais uma vez,sem minha alteza?
Beijos e um forte abraço,te amo!
 
   Estou chamando por você!!!!

Inconsequência

 
Menininha que me acalenta
mulher que me enloquece
paixão que não se aguenta
amor que me aquece
Menininha que não me canso
mulher que me dá fome
com seu beijo eu amanso,
o tesão que me consome.
Te quero agora
sem demora
não lhe tenho mais paciencia
vem agora e me namora
sem pensar em consequência!
 
Inconsequência

Morte?Sem antes ter Vida?

 
Por Willians de Oliveira

Se eu ainda pudesse pensar e se pudesse falar eu pensaria e também lembraria, e assim eu refletiria, e eu falaria para que todos pudessem me lembrar.
Poderia começar dizendo, da minha trabalhosa infancia, do meu casamento precoce ,ou da desilusão amorosa.
Poderia dizer que me perdi de meus familiares, e me achei com amigos, que se tornaram parentes.
Poderia dizer também que esqueci de viver, pra me lembrar de filhos que não tive,
pra ser amiga ,pra ser mãe, e avó de pessoas que me adotaram.
Tudo isso me lembraria se nesse momento pudesse. Mas refletiria assim se também pudesse;
Fui eu abençoada, por ter vivido gerações de filhos de uma família amiga?
Eu ajudei na criação de cada um deles ,isso me torna parte da família ,ou apenas espectadora dela?
Presenciei meninas que se tornaram mulheres, meninos que se tornaram homens,
fui advogada e cúmplice, de cada um, fui companheira e muitas vezes conselheira.
Será que fui importante para eles? Será que eles se lembram disso e me consideraram assim?
Posso dizer que tive uma vida? Posso dizer que fui amada? Posso dizer que tive família?
Eu tive uma vida? Ou pela vida de outros eu tive uma história? Fui eu um alguém, ou apenas uma sombra?
Não tive filhos.....,ou tive ?
Eu tive um amor?
-Não....,fui solitária....,mas fui solidária, isso me deu felicidade?!
Lembrei de mim? Cuidei de mim? Eu vivi?
Poderia dizer que minha vida estava se acabando ,sem saber que ela nem havia começado?
Quando fiquei doente eles cuidaram de mim, mas tiveram a paciencia que eu tive com eles?
Eu dei muito trabalho pra eles, será que fiz de propósito, afim de que soubessem o trabalho que me deram?
Magoei a todos eles, porque eu era má? Ou porque queria ser algo que nunca fui, uma pessoa de opinião?
Eu também fui muito teimosa ,mas porque?
Talvez porque finalmente queria fazer algo pra mim, ou por que estava” caduca?”
Eu fui ingrata, porque não reconheci os gestos de generosidade, daqueles que passei a vida inteira sendo generosa? Será que se lembram?
Posso sim dizer agradecida pela minha fé e a vida que Deus permitiu ,mas ser grata pela vida que construí pra mim?
Estas respostas vocês nunca terão!
Esta seria a minha reflexão, mas ainda assim seu eu pudesse também falaria;
Minha vida inteira, tive como companheiras, a solidão e o sofrimento ,tive filhos de quatro patas ,filho de bico e asa ,que nunca me abandonaram. Por vezes falei com eles, lhes contei histórias e chorei com eles. Me isolei ,em várias datas festivas ,e me afastei de todos, pra se juntar aos meus próprios pensamentos .Meu mundo era uma cama ,tres gatos, um papagaio, e uma televisão.
Mas para a vida que eu mesma abandonei, isso também foi muito !E junto com todo meu pouco que era tudo ,perdi também minha indepedencia!
Além de nunca ter vivido uma vida ,além de ter sido uma sombra nas vagas memórias dos que ainda me lembram ,tornei-me um fardo, sofri numa vida ainda menor que minha antiga vida. E ainda assim posso dizer que não vivi, mas sobrevivi, até o dia de ontem.
E ainda se eu pudesse, terminaria em dizer neste último momento que não tive;
Minha morte não poderia ser melhor que minha vida, e por tanto ,ter sido colocada em um caixão da prefeitura ,coberta com papelão ao invés de flores, e ter sido enterrada numa cova rasa quase que comunitária, e não ter tido o privilégio de ser velada por mais de 15 minutos, e não ter tido uma coroa de flores ,e nem uma identificação na cova. Resume toda minha história;
Fui alguém, não me lembro quando, eu vivi mas não me lembro quando, tive filhos e netos, mas também não tive ,respirei e também não vivi.

Perdoe-me por não ter sido o seu filho

Em memória de Maria de Lourdes Cavalcanti 09/08/1937 a 10/11/2015
 
Morte?Sem antes ter Vida?

Esta noite sonhei com você......

 
Era linda, maravilhosa,formidável
sendo ainda,carinhosa e amável.
Deitado em seu leito,combinávamos,
tudo era perfeito,tudo que pensávamos,
tudo era igual,éramos tão parecidos
de forma especial,éramos queridos.
Nosso beijo foi maravilhoso,inesquecivel
Por Deus como foi gostoso,como foi incrível.
Não era tão molhado,seco também não era
era apaixonado,era suavemente úmido,como orvalho
de primavera.
Quando nossos lábios se tocavam,era como morrer
e nascer.
E quando nossos corpos se abraçavam,era como um só ser,
um ser de prazer!
E nesse triste momento sonhando acordado,só penso em te escrever
escrever sobre este rico momento apaixonado,ansioso para sonhar
novamente com você.
Te amo,minha desconhecida!
 
Esta noite sonhei com você......

Nossa razão de viver!

 
Procurar uma pessoa amada é uma incógnita
é como descobrir,o maior tesouro de sua vida
é realizar tudo o que você deseja,de uma só vez.
Dividir seus sonhos,e felicidade,com alguém,que lhe é precioso.
Saber que não está sozinho,que existe alguém pensando em você!
É viver,sob os olhos de quem lhe quer bem,é ter a sensação de estar protegido,
é ter prazer em agradar esse alguém,como se estivesse se acareciando.
É preocupar-se,é viver duas vezes,é suspirar de júbilo cada segundo,
é amar e ser amado é ter a alegria de viver,pois é saber,que finalmente isso é o nosso conter!
 
 Nossa razão de viver!

Poesia inacabada

 
Anjo modesto,o que te amedronta?
Qual o problema,em servir-me de inspiração?
Por acaso,não tem se dado conta?
Que não prestar-lhe homenagens é pura profanação?
Anjo querido,não há,o que temer,sobre a poesia que vou lhe escrever.
Não se preocupe,sou hábil no rimar,e bem de voce,irei lhe falar.

Desde o quinhentismo ao contempôraneo
Não houve,e não há poeta,de alguma maneira
Pudesse admirar,seu talento espontaneo
Como seu aluno,Willians de oliveira.
Escrever uma poesia sobre Ana Paula,a professora
É sem dúvida,um desafio de verdade,
pois além de conhecer e gostar de literatura.
É difícil encontrar palavras dignas de sua beldade.

Ana,você é o conjunto do intelecto,e da beleza natural.
A soma da maturidade de mulher,com jeito meigo de menina.
Uma combinação rara,exclusiva,pois não conheço mulher igual.
A mulher mais completa e formosa,que tanto me fascina.
Elogiar um anjo,pelo que vejo no olhar,
é agradecer a Deus,por ter visão perfeita.
Pois ver criatura celestial,faz-me inspirar
nesta poesia,que procura arte,em cada letra.
Bem dita,é tua voz,que causa deleite em minha audição,
por ser tão suave,tão macia e gostosa.
Faz-me acreditar,que sou profeta e pela divina inspiração,
fui incubido em descrever,a qualidade da mulher,mais sublime e virtuosa.
Pois nem mesmo a sulamita inspirada nos canticos de Salomão,
foi descrita com palavras,tão sinceras e afetuosas.

Nada mais,é tão gratificante,para o poeta,
do que escrever sobre a beleza.
E por causa da beleza,Willians desperta,
para reverenciar a sua nobreza.
Nobre,por ter alma pura e encantadora,
anjo modesto que teme o poeta.
Que dignifica sua geradora,
mãe artista e bem feitora,
da mais brilhante professora.
Eu que sou feliz pela metade,
inconformado de verdade,
te suplico com humildade.
Eduque-me,até março chegar,
caso contrário,não suportarei tua ausência,
neste curso de suplência
pois seria uma sentença,
que me mataria de carência,
antes que eu possa me formar.
Eu que sou amaldiçoado,
por não ter sido presenteado,
assim como seu namorado,
te prgunto inconformado;
já não basta,vê-la uma vez,por semana?
Ah,se ao menos pudesse,conhece-la com Ana...

**Este poéta,feliz pela metade,não conhece a intimidade,muito menos,a mocidade,de sua fonte de inspiração.
Por tanto,esta poesia,está inacabada,e por,informação limitada,interrompeu sua bela criação.
No entanto,ele te agradece,por ter despertado o poeta,que antes adormecido.E por tê-lo feito acreditar,que embora raros,anjos são reais,e o pior,eles dão aula!
 
  Poesia inacabada

Um viva!,para os lusos-poetas!

 
Como é gostoso esta arte de rimar
que dom maravilhoso nos foi oferecido
Todo poeta sabe o que é amar,
todo poeta,é sentimental e tenho dito.
Nosso talento enriquece o mundo
trazendo beleza em tudo que escrevemos
Muitas vezes anônimos, mas contudo,
somos talentosos e elogios merecemos.
Poetas dignos,por nossa percepção,de vida,
dignos por enxergar arte em tudo que cremos
Pois nosso talento torna-se dadiva adiquirida,
pois somos poetas,e orgulho teremos.
Orgulhosos por sermos interpretes do amor,
interpretes do odio e de todo sentimento.
Todo poeta é artista,perspicaz,sonhador,
pois respiramos, poesia, a todo momento.
Um viva para este site e para todos que nele contém
pois quem nele o participa,é um luso amigo,de muito valor,
Pois cada membro incentiva o outro pelos comentários,que deseja também,
em cada obra sua,desejando o reconhecimento de seu autor.
Parabéns a todos os lusos poetas,poetas dignos,poetas de nascimento,
Criaturas,que tornaram-se criadores,das primícias da vida,e das virtudes de nosso conhecimento.
Desejo com toda humildade,que um luso amigo compartilhe desta poesia,
enriquecendo esta homenagem ,a todo poeta deste site que procura a harmonia,
fortalecendo-nos,enriquecendo-nos,inspirando-nos como muita alegria.
para tornar-mos ainda mais brilhantes, mais, muito mais a cada dia!
 
 Um viva!,para os lusos-poetas!

Presos ao tempo

 
"vivemos e morreremos pelo relógio"uma vez já ouvi.Sábias e ditas palavras.Por quanto tempo mais a esperar?Por quanto tempo imaginaremos,se a nossa compatibilidade,é real?Por quanto tempo morrerei por desejar-te?Pois desejo não realizado,é tempo morrido.Por quanto tempo me matarás?Entender-te,faço questão,mas entender-se não lhe é questionável?Reclama da solidão,e do tempo privado do amor,chorar por ter vida morrida,vida sem vida,mas se te agonisa,então viva a vida!
Lhe quero,com seus medos,receios,lhe desejo pelo que és,matar meu tempo,contigo é o mais desejado momento,mas só imaginar-te,isso não aguento!
Se é pela morte que o tempo se acaba,se pela vida que o tempo vivemos,morreremos ou viveremos juntos?
Se o tempo é vida,ou se é a vida que serve ao tempo,ou que seja vice e versa,o que realmente importa,não é a vida que desejamos ter?
Viver ou morrer,assistir ou participar,tempo vivido ou tempo morrido,jogo-te meu tempo em suas mãos.E torna-te ,por incubência a guardiã do meu tempo,pois cada minuto que vivo,na sua ausência és tempo maudito,és tempo morrido! Te amo,te quero,te preciso menininha!
 
Presos ao tempo

incógnita

 
Saudades do inexistente
saudades do que não tenho
saudades do que esteve ausente
saudades que sempre tenho.

Lamentos da morte vivente
lamentos deste momento presente
lamentos de não conseguir alcançar
lamentos por ter que lamentar!

Sorrisos da ironia
sorrisos desta poesia
sorrisos da tristeza sentida
sorrisos da vida perdida

Chorando escrevo,escrevendo
chorando estou me desfazendo
chorando por não ter conhecido
chorando o tempo perdido.

Duvidando, vivendo e aprendendo
duvidando e sempre querendo
duvidando da vida querida
duvidando da não conhecida!
 
incógnita

Onde está meu amor?

 
Amada desconhecida
Sonho em um dia encontrá-la
Nos meus sonhos você já é querida
E nestes sonhos irei inventa-la.
Você deve ser vital pra minha felicidade,
deve ser também meu complemento,
deve me amar de verdade
e devo estar em teus pensamentos.
Amada por favor não demora,
pois tua ausência me castiga
me entorpece com a angustia,
me enlouquece,e me intriga.
e nesta solidão, que me devora
Peço-te ,venha logo, minha senhora.
Afim de que eu deixe,o desejar e o sonhar
venha logo minha heroina,da solidão me libertar,
venha logo minha querida ,poi estou louco pra te amar!
 
Onde está meu amor?

Doce engano,ou cruel certeza?

 
Doce engano, ou cruel certeza
Eu a abandono,mas sinto tristeza.
O passado,é tão relevante?
Se penso nela em todo instante?
Temo pelo passado
e mato meu presente
coração reclama magoado
Quando devia estar contente?
Senti seu carinho
e a sua sinceridade
o seu falar mansinho
sua cumplicidade.
Mas existe precedência
em sua vida anterior.
E devo ter prudência
pra não sofrer de amor?.
Doce engano, ou cruel certeza?
sendo leviano,quanta tristeza!
Temo pelo sofrimento
pela amargura
mas sofro neste momento
em que tento evitar essa tortura!
Doce engano,ou cruel certeza?
Estou insano,
sendo leviano,
Com esta incerteza?
 
Doce engano,ou cruel certeza?

Má compainha

 
ela tem sido leal,em todos os momentos,
se estou triste,lá esta ela,
se quero sorrir,ela me alerta,
se choro ela me abraça,
se vou dormir, ela me cobre
se me distraio, ela me lembra.
Ela nunca me deixa só!
Se fico com alguem, ela tem ciúmes,
e pra me separar, me faz medo,
medo de sofrer a rejeição,
medo de perder tal paixão,
me faz inseguro,arisco,
e consegue me convencer.
Ai,eu me afasto, e fico sozinho,
por que não quero ficar sozinho!
E novamente sozinho e protegido,
pois não serei abandonado,
fico novamente acompanhado,
Dá mais leal companheira
a solidão,
minha amiga;
minha maldição!
 
Má compainha

Almas que se desencontram

 
Almas se procuram,almas se anseiam
solitarias se torturam,sozinhas se pranteiam
Solidárias no amor,solidárias em seus sonhos
dividindo a mesma dor,e de seus abandonos.

Almas sonhadoras,que procuram felicidade
almas promissoras,que se amam de verdade
Vítimas da distância,que lhes deixam tristonhos
Mas apegam-se na instância,acreditando em seus sonhos.

Será que um dia vamos nos encontrar?
Será que teremos o privilégio de nos amar?
Será que esta procura chegará ao fim?
Será que terei você para mim?
Não aguento mais de paixão!
Que tranborda no meu coração!
Quero você sem demora
Pois minha vida te implora.
 
Almas que se desencontram

Uma homenagem a poetisa Cláudia Guerreiro

 
Neste site,paraíso dos poetas e escritores
onde palavras se deleitam,planeta dos rimadores
Conheci uma poetisa,linda que esbanja talento
Aquela escritora, da obra ;"Dia cinzento"
que possui um sorriso tão intenso,
que ensina a chama a reluzir.
Possui tantos predicados,que as vezes penso...
na sua dúvida,"Quais os motivos para seguir?"
Coracão cansado?Amargurado?
Não vê a felicidade?E tens vontade?
Poetisa querida
não pensa na vida
viva com intensidade
e terá felicidade.
Não chore
nem se apavore
Sorria, nos dê o seu brilho
e não nos prive, pois é pecadilho.
Nos inspire com sua alegria
não é preciso muito,apenas sorria!
Escreva sobre,o amor,a felicidade
a harmonia,o encanto,a amizade,
escreva sobre tudo que é belo e maravilhoso
com seu jeito singelo e talentoso.
Pois é isso que seu amigo poeta deseja
a tua felicidade incondicional
acredite em voce,olhe no espelho e veja
a verdadeira poetisa sensacional!
 
Uma homenagem a poetisa Cláudia Guerreiro

Dedicado aos homens,pobres vitmas da TPM

 
É curioso o sexo feminino,
embora maravilhoso,embora divino,
é imprevisível e misterioso.
Quantas vezes nos enlouqecem,
Com suas multações,
mudanças de temperamento
e tolas discuções!
Nós somos como sacos de porrada
Se ficamos quietos, dizem que não ligamos,
se falamos, mandam nos calar!
O que quer que façamos ,nós a irritamos,
se retrucamos, elas começam a chorar,
isso se forem boazinha,caso contrário começam a berrar!
Se não concordarmos,com o que, elas desejam escutar
vão dizer o seginte; "não dá mais certo,é melhor terminar".
Meu Deus, por que as fez assim?!
Acordam mau humoradas,
e ai de nós, se ousarmos a perguntar !
Vão dizer que estão irritadas,
e não querem nos falar!
Se fingirmos que nada está acontecendo
ganharemos um tempo pra se recompor.
Mas basta abrir a geladeira pra pegar uma cerveja,
ligar a televisão e sentar no sofá,
meu querido amigo, tenha plena certeza,
que as implicanças iram começar!
"Ai, é melhor voce ir pra rua ,por que eu tenho muito o que fazer"
"esta casa é esta uma zona,e não sei o que fiz pra merecer"
"voce fica aí folgado, não me ajuda em nada,só quer saber de televisão"
"desta vida estou cansada,é melhor discurtimos a relação!"
Pôxa vida só queríamos deixá-las quietas!
O pior não é isso,se dissermos desse jeito:
"Querida tudo bem, vamos então conversar"
"Me diga porque stresse, o que eu fiz de errado?"
Ela vai dizer ;"como se não soubesse, dissimulado!
O problema é que jamais sabemos!Elas não dizem!
É incrível,tem hora que eu não aguento!
Depois de finalmente sobrevivermos um verdadeiro inferno!
Elas vêm com a cara mais liza do mundo dizendo:
"Amor,te amo,te judiei muito,aí coitadinho"
Agora só nos falta dizer pra balançar o rabinho!
Depois somos nós os dissimulados!
Absurdo!O problema,é que se inventarmos
Algum tipo de tensão para nos vingar,
a gente ainda corre o risco de ficar uma semana sem transar!
O jeito mesmo,é bancar o cachorrinho,
Pois viver sem elas,não dá pra aguentar!

Inspirado na senhora Nancy do santos Moreira
 
Dedicado aos homens,pobres vitmas da TPM

A sábia e severa consciência

 
Recentemente, estive eu sentado a mesa, na compainha,de uma dose de wisky.Derepente,como um inesperado,deparo-me,com a
severa consciencia,e inicia-se uma pequena discussão.
Com seu tom mais dolorido que franco,perguntou-me:
"O que é mais importante,fingir estar feliz,ou ser,um sincero infeliz?"
Eu lhe disse;"fingir estar feliz.
E ela mais uma vez,indagou-me:
"O que é mais importante,sorrir querendo chorar,ou simplesmente chorar?
E eu lhe disse;
"sorrir querendo chorar"
E persistente,como faz juz por seu trabalho,perguntou-me novamente;
"tua felicidade,é infelicidade,e teu sorriso é lamentação, estando acompanhado sentindo sozinho,escondendo-se das evidencias para manter as aparencias,abilidoso com palavras,mas
desastrado com teu raciocinio,voce é o que parece ser, ou será que também vive,estando
morto?
Derepente,escorre uma lágrima sobre minha face,e ouvindo a severa verdade da minha triste
e mentirosa vida,deploro-me,e quando penso em responde-la,percebo a solidão olhando,para meu
único companheiro ,copo de wisky.Por fim ,a solidão,meneia a sua cabeça ,e me abraça forte,e como uma amiga leal,conforta-me numa perfeita junção,tornando-se parte de minha vida!
 
A sábia e severa consciência

É engraçado viver!

 
Numa hora,voce ama e é amado,
para ele ou ela,voce é tudo e algo mais.
O seu valor torna-se tão inestimado,
que nem mesmo,pedras preciosas,tem valores iguais.
As juras de amores,são constantes;
"sem voce, não sei viver",
"penso em voce,em todos os instantes"
"o que sinto por voce,não consigo conter"
"seu sorriso,seus olhos,são tão fascinantes...
É engraçado viver!

Noutra hora,voce é desprezado,
para ou ele ou ela,voce é nada e nada mais.
O seu valor torna-se tão desvalorizado,
que até tralhas,podem ter valores iguais.
Ofensas,e agressões são constantes;
"voce me sufoca,deixe-me viver",
"quero voce bem distante"
"falar de sentimento,pra quê?",
"seu sorriso,seu olhar,não são mais importantes".
É engraçado viver.

É engraçado viver, brincando com amor?
É engraçado viver, brincando com sentimentos?
É engraçado zombar,desrespeitar e magoar?
É engraçado,fazer sofrer e provocar lamentos?
Não!,não!,é engraçado viver.

Pois na vida,tudo é contradição,
o amor e ódio,são sinônimos no abstrato.
É questão de interpretação,
é ser feliz,por estar sozinho,
e triste na solidão.
É estar carente,por carinho,
e não tê-lo,ainda tendo, satisfação.
É derramar,lágrimas de agonia,
é sorrir,com lábios de alegria.
É estar fraco,pra se mexer,
e estar forte,pra folia.
É preciso interpretar,o abstrato,pra entender.
Que o amor e ódio,são febre que contagia,
mas que tem cura,pois é só querer.
Basta amar-se,e viver, com a sua harmonia,
para que possa,olhar com olhos de sabedoria,
e interpretar o título desta poesia.

è engraçado viver!
 
É engraçado viver!

Uma homenagen a meu filho de quase 5 anos

 
Filho meu ser,
filho amado,
te vejo crescer,
menino danado.
Amo-te por tudo
e por tudo te amo,
repreendo-te,contudo,
é pelo seu nome que chamo.
Júlio
orgulho,
César
que me preza,
Aureliano
não é engano,
Oliveira,
como queira.
Te amo meu filho,filho querido,
filho meu ser,fruto bendito.
Filho meu orgulho,que me dá alegria,
alegria e deleite,que falar me arrepia.
Pequeno menino,inteligente,
menino pequeno,meu ascendente.
Hoje,quase com cinco anos de idade
Deus te abençoe com benignidade.
Que te proteja,e te faça crescer,
e que tenha juízo,pra merecer.
Menininho,que parece homem já feito,
mandão,bravo,teimoso,então brigo e não aceito
Cobro-te como homem,e exijo respeito
lhe castig,então voce chora,
pede uma chance,mas não colabora.
Menininho,que chora pra não comer
amante de carrinhos,e só isso quer ter,
Hot Wheels,Relâmpago Maqueen,
seus desenhos preferidos,é sim!
Menininho que me dá vida,
menininho,minha nobre riqueza,
presente fortuna,óh dádiva querida!
Que me enche de orgulho,com toda certeza.
Quero que saiba,o quanto te amo,
mesmo as vezes sendo severo.
Quem ama repreende,esou certo não me engano,
te esnsino a ser homem digno,é o que espero.
Vivo,e se Deus me deixar,
viverei o suficiente,
pra te ensinar.
A amar a justiça,
amar a verdade,
não tenha cobiça,
odeie a maldade.
Cultive o amor,
Por que isso é riqueza,
preste favor,
pois isso é nobreza.
Faça tudo isso,com vontade,
e de novo recomece,
colhendo frutos de bondade.
Vê se não esquece,
estes são meus ensinamentos,
minha obrigação,
pai,que as vezes,está ausente,
mas que te carrega no coração.
Perdoe-me por se impaciente,
e não duvide de meu sentimento,
pois se na vida devemos ter um feito,
você é meu maior,e estou satisfeito.
Expresso nesta poesia,
a minha alegria
de ser seu pai,seu genitor.
Poesia ou poema,que dilema
não importa,seja como for.
São nesta escritas,nesse tema
Que escrevo pra ti,
Pequenino amor!
WO
 
Uma homenagen a meu filho de quase 5 anos

imploro por ti amor

 
"quando te conheci em sentimento,usei meus sentidos para descrevê-lo,pois enxerguei o mundo com olhos de felicidade,apalpei minha vida com mãos de toques profundos.Ouvi meus passos,com ouvidos atenciosos,e meus lábios,sorriam para o mundo."

Achava beleza em tudo que via,achava voce no que meus olhos olhavam.
Nos meus olhos enxergava harmonia,e por sua causa,meus olhos brilhavam.
Minha vida,era sinônima de felicidade,e a felicidade na minha vida,voce plantava.
No meu coração,só sentia bondade,pois a bondade,no meu coração voce plantava.
Minha boca,era um baù de palavras preciosas,que quando abria enriquecia o mundo.
Palavras que não eram só bonitas,mas poderosas,palavras que voce me arrancava lá do fundo.
Enfim,minha alma sentia alegria,e meu coração estava empolgado.
A felicidade em minha vida estava em sintonia,pois eu amava e era amado.

continua....
 
imploro por ti amor

wo