http://spumis.pt/
 
Poemas -> Infantis : 

Cavalo Marinho

 
Volto á praia onde nasci
Ao som suave do ondular
Nas algas, alegre cresci
E o meu lar é o imenso mar.

Sou amazona das ondas
Livre entre os corais
Meu pai é cavaleiro mor
Do mar e dos seus animais

Sou estranha, talvez
Ser solitário, sozinho
Sou cavalo sem sela
Sou cavalo marinho

 
Autor
Baguera
Autor
 
Texto
Data
Leituras
6025
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
5 pontos
5
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Paloma Stella
Publicado: 03/08/2007 20:08  Atualizado: 03/08/2007 20:08
Colaborador
Usuário desde: 23/07/2006
Localidade: Limeira - SP
Mensagens: 3514
 Re: Cavalo Marinho
Ser cavalo Marinho,
É prioridade de poucos.
No mundo ser sozinho,
É como estar envolto.

Beijinhos

Enviado por Tópico
sandrafonseca
Publicado: 03/08/2007 20:09  Atualizado: 03/08/2007 20:09
Colaborador
Usuário desde: 15/08/2006
Localidade: Brasil
Mensagens: 2477
 Re: Cavalo Marinho
Um cavalo-marinho é mesmo assim, estranho e exótico. E tua poesia, linda e forte!
Bjs.

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 04/08/2007 01:45  Atualizado: 04/08/2007 01:45
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14682
 Re: Cavalo Marinho p/ Baguera
Querida poetisa

Mas quanta criatividade
Amei seu poema...

beijo doce n'alma

Enviado por Tópico
Saturnino
Publicado: 04/08/2007 15:44  Atualizado: 04/08/2007 15:44
Muito Participativo
Usuário desde: 23/07/2007
Localidade: Fx
Mensagens: 86
 Re: Cavalo Marinho
Este mar, seu lar, ao qual regressa fica visivelmente engrandecido pelo ritmo melodioso que imprimiu ao seu poema.


S.
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...