Poemas, frases e mensagens sobre momento

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares sobre momento

Ave... Maria

 
Ave... Maria
 
POR FAVOR, PARA MELHOR LEITURA CLIQUE NO POEMA
 
Ave... Maria

A alegria é bom condimento«Inspirada na Poeta Anatomia»

 
A alegria é bom condimento«Inspirada na Poeta Anatomia»
 
A ALEGRIA É BOM CONDIMENTO

Em mim, dentro de mim, habita a solidão!
Hoje deixei-a por aí nos versos
Lá atrás com a primavera e o verão
Na memória dispersos.
É quase inverno da Vida
Quase final da caminhada
Mas hoje, trago a saudade recolhida
Deixei uma lágrima abastada
Estou a par de tudo e de nada
E está comigo, uma alegria acrescida.

A alegria é um bom condimento
Fica bem na poesia!
Hoje me embala este sentimento
Bebo-a em êxtases em harmonia.

Vou sorrir ao verde dos salgueiros
Cantar nas margens das ribeiras
Sonhar com a nostalgia dos cheiros
da minha terra, das coisas verdadeiras.

Hoje corto a tristeza p'la raiz
Ainda que amanhã chore de raiva
Tropeço na alegria sou feliz!
Tenho até medo que o amanhã saiba.

Lembranças doloridas de momento?
Não! Apenas a alegria que é condimento.
Procuro o encanto do azul do céu
E o meu peito prestes a quebrar-se
De novo se deixa reacordar
E nos meus olhos a sentar-se
A luz com que tudo, querem abarcar.

Já a tristeza é esquecimento
E o resto que sobra é nada!?
É assim quando me ausento
Da saudade que me traz calada.

A alegria é condimento
Fica bem na poesia
À poesia me acorrento
Mas hoje é com alegria.

rosafogo

Poesia inspirada numa frase da Poeta ANATOMIA,
deixada num comentário a um poema meu.

«A alegria é um bom condimento para a poesia»

La gioia è BUONA SPEZIE

In me, dentro di me, che abita il deserto!
Oggi ho lasciato là fuori i versi
Nel ritorno della primavera e dell'estate
Sparsi nella memoria.
E 'quasi inverno della vita
Quasi fine della passeggiata
Ma oggi, io porto la nostalgia raccolta
Ho lasciato cadere una lacrima ricca
Sono consapevole di tutto e di niente
Ed io, una allegria maggiore.

La gioia è un buon condimento
È proprio sulla poesia!
Oggi ho questa sensazione
Bevendola in estasi e in armonia.

Il sorriso al verde dei salici
Cantare sulle rive dei corsi d'acqua
Sognando di nostalgia gli odori
della mia terra, le cose reali.

Oggi ho tagliato la tristezza per la radice
Anche se domani vi urlo di rabbia
Inciampando sull'alegria, della felicitá
Ho molta paura che domani lo sai.

Ricordi dolorosi del momento?
No! Solo la gioia che è il mio condimento.
Alla ricerca del fascino del cielo azzurro
E il mio petto sta per rompersi
Anche in questo caso lascia risvegliarsi
E nei miei occhi riposare...la luce
É tutto quello che vogliono abbracciare.

Già la tristezza è dimenticata
E il resto è lasciato al nulla!?
È così quando lascio
La nostalgia mi lascia tranquilla.

La gioia è un condimento
Si guarda bene nella poesia
Mi incateno di sentimento
Ma oggi è con allegria.

rosafogo
 
A alegria é bom condimento«Inspirada na Poeta Anatomia»

PENÚLTIMOS MOMENTOS

 
PENÚLTIMOS MOMENTOS
 
"SEMPRE EXISTIRÁ
O PENÚLTIMO MOMENTO ENQUANTO
OUVER ESPERANÇA
DE REVER O AMOR NOVAMENTE"

ÂNGELA LUGO

------------------------------------------------------------

POR FAVOR, PARA MELHOR LEITURA, CLIQUE NO POEMA
 
PENÚLTIMOS MOMENTOS

TUDO PASSA

 
TUDO PASSA
 
O vento passa
A chuva passa
A vida passa
E o amor...
Será que passa?
**********************************************************************

POR FAVOR, PARA MELHOR LEITURA, CLIQUE NO POEMA
 
TUDO PASSA

"Desgarrada poética"

 
"Desgarrada poética"
 
Vóny
O medo jugula a minha esperança
A raiva é uma vacina que me mata
Diz-me, amiga, porque será que chora
Aquela doninha infame à minha porta?

Glória
Chora talvez o arroubo do momento
E no contexto de linhas tão latejantes
Talvez só queira a voz, que vale por tantas
Que alivie da fonte, o pavor arquejante

Vóny
Sou crocodilo na fome de te conhecer
Coqueiro imponente nesse céu longínquo
Por mais que eu queira de ti fugir
Faço das minhas fugas um novo regresso!

Glória
As horas do tempo avisam quem somos
E o mar é impotente, não projeta futuro
O coração sabe a verdade do que vemos
E o tempo segue prevendo encontro seguro

Vóny
Fala-me, amiga, deste repentino sufoco
Que nos enfeita a alma de dúbias sombras
Por mais que cortem a raiz do pensamento
Eu chego até ti, galgando sinuosas pedras!

Glória
Sombras não anulam sentimentos sinceros
O coração outorgado serve de cimento
Une as pedras, que depois serão escudos
Muro de arrimo, que servirá de alento...

Vóny Ferreira e Glória Salles

13 de novembro 2008
15hr:32min
 
"Desgarrada poética"

Hoje preciso de mim!

 
Hoje preciso de mim
Estar comigo sozinha
Recolhida em pensamentos
De um futuro que se avizinha!
Preciso deste momento
Encolhida, comprimida, contida
Somente no calor do meu corpo
Sozinha, a pensar nesta vida!
Necessito deste momento
Calada, sossegada, retraída
Neste meu desalento
Nesta vida entristecida!
Não quero ninguém
Não quero nem preciso
Estou assim tão bem
Neste meu casulo conciso!
Enrolada em sentimentos
Coberta com tristeza
Acompanhada pelo medo
Porque a alegria me despreza!
Aqui estou
E aqui quero ficar
E inerte ficarei à espera
Que a felicidade me venha abraçar!
 
Hoje preciso de mim!

Lágrimas na árvore

 
Caíam lágrimas
Dos troncos da árvore nua
Vestida de Inverno.
Gotas cristalinas
Que se espalhavam
Minúsculas pela rua
Onde perdiam a sua
Identidade.

Um cigarro solitário
Num cenário
Que captei
No momento
Em que desviei
O meu olhar
De ti.

Sentir-me livre
Contigo, ali.
Invisível laço
Tão forte
Como nunca vi.

E o ar frio
Soube-me bem
No coração quente
Maduro do saber
Que és tu e mais
Ninguém.

Bela árvore nua
Que chora na minha frente
Foste a minha musa
E ele o meu eterno
Amante.
 
Lágrimas na árvore

MOMENTO DE INTENSO PRAZER

 
MOMENTO DE INTENSO PRAZER
 
Um momento, muitos momentos
Que nos sentimos felizes
Quando neles nos unimos
Na plenitude do amor

POR FAVOR, PARA MELHOR LEITURA CLIQUE NO POEMA
 
MOMENTO DE INTENSO PRAZER

Momento eternamente sexual

 
Momento eternamente sexual
 
começa por abrir o zíper, depois bem devagarzinho tira-me o vestido. Calma! não tenha pressa, respira, sinta, não te quero aqui, viaja, flutua.
Está bom! continua, agora podes me deixar nua, eu estou totalmente na tua. Me beija, começa dos pés e vai a cabeça, mas faz de forma lenta, percorra a avenida do meu corpo com tua língua, me deixa inundada. Agora podes, não espera! me fixa no teu olhar, nele me faz penetrar, acenda meu fogo, me deixa descontrolada, me cega.
Ai! espera... não te apresses, faz com calma, isso! assim mesmo, adoro você, Humm... escorrega, me deixa meloza, me queima, desfaz-me deste mundo... tá bom, eu gosto, continua, não te preocupes com nada, hoje sou toda tua, vamos acompanhar a lua e viver até o outro dia... Não sonhe com o eterno, pois ele é apenas esse momento, viva-o eternamente enquanto dure...!

https://www.facebook.com/Claudia.Cassoma [facebook]

http://laudypoemas.blogspot.com/ [Blog]

Espero que não deixem de visitar!

Meu sinceros agradecimentos. Beijos!
 
Momento eternamente sexual

Apenas por um momento!

 
Apenas por um momento!
 
"Todos os momentos vividos são maravilhosos,
mas os de amor são os melhores"

----------------------------------------------------------------

POR FAVOR, PARA MELHOR LEITURA, CLIQUE NO POEMA
 
Apenas por um momento!

SUPRA-SUMO D'UM SIMPLES MOMENTO

 
UM SIMPLES MOMENTO

(é um fio acerado
de astúcia.
minúcia fidúcia
de algoz...)

é condenado e carrasco
tal um crime desnecessário
ludibriasse o cenário
de cada segundo
vário
pelo rastro vasto da finitude
imparida

é anjinho...
é satã...
é o sangue da pele riscada...
é um bom mau-agouro...
é leviatã...
é besouro...

o supra-sumo
d’um simples momento
de vida vivida
é o resumo
que sobeja de todos
os seus
honoríficos significados...

porque fica marcado
a ferro frio e tatuado
no instante seguinte
e no seguinte e seguinte...

...e então
se torna o que não se mais vê:

rasgo de vento,
doce no sal,
licença ao embargo...
amargo
que não está mais ardendo...

alvorece,
entardece,
noitece,
esfacela-se,
estraga...

cai de bêbado
cada momento
a se refazer
no tempo
de um austero beijo
do vácuo
no futuro indevassável
do espaço
 
SUPRA-SUMO D'UM SIMPLES MOMENTO

O MOMENTO PELO MOMENTO

 
O MOMENTO PELO MOMENTO

ama
o momento
pelo
momento...

sê inteiro:

ao mínimo
avançar
do ponteiro

ao navegares
teu ser
pelas vagas
do tempo...

sê bravíssimo:

pleno de ter
valido a pena
o exaurir
d'um
mísero
segundo

de te saberes
chama
ardente
ao calor
sublime
do momento
 
O MOMENTO PELO MOMENTO

Momentos Perfeitos

 
Há momentos que nascem perfeitos na candura desse sorriso que me acalma a alma e a invade de sensações de plenitude e esperança.
Mais uma vez entraste dentro de mim e arrancaste-me a angústia instalada no meu peito, com a facilidade com que partilhas a afeição e a emoção, e por momentos tive-te e foste meu, num quieto silêncio que me pertence.
Transformas-me aos poucos numa pessoa melhor e abres-me portas outrora fechadas na minha existência, deixando o sol entrar e aquecer-me a consciência.
Por vezes perco-me, mas sei que tu me encontras sempre e me guias a um porto seguro onde a mágoa não fica ancorada, e tens sempre a bússola pronta para me apontar o melhor caminho.
Há momentos que nascem perfeitos porque tu fazes parte deles, nessa perfeição e pureza que te completam e que eu amo avassaladoramente, num segredo partilhado contigo, e orgulho-me de te amar, neste amor que ninguém entende por ser apenas meu.
Há momentos assim, como este, em que te toco e me aconchego em ti e mesmo sem que o sintas…
E todos os dias agradeço que estejas aqui.
 
Momentos Perfeitos

Um bem que se quis!

 
Um bem que se quis!
 
Na penumbra
da noite silente,
Relembro - me com fulgor...
Nós dois ali - O teu corpo quente aquecendo o meu...
Um calor abrasador!...
Ósculo fremente ;
Expressando no olhar
um amor veemente.
Deixando transbordar
o cálice de alegria,
fantasias mil...
Entre declaração de amor...
Eu te amo!
Viveremos assim,
Um só dentro de si,
desde que te vi
um bem que se quis!
Selados n'alma e no coração.
 
Um bem que se quis!

ALGO A MAIS

 
ALGO A MAIS

Agora
O andar existe
Conciso
Instigando um sorriso

Avanço
Tenso
Que se insiste

À constância
Incerta
De uma reta
Que se endireita
Correta
Numa meta
Que me assiste

Não mais tristeza
Ou alegria
Fidalguia,
Patifaria,
Maldade...
Atrocidades retardes
Do dia-a-dia

Existe um algo
A mais...

Eu e esse olhar
De cais
Que persiste
Ao descarregar-se palavra,
Verbo

Pelos sulcos
Do meu cérebro

Por imagens
de navios e brisas
A domarem meus cabelos
Adentrando
Pelas raízes
Crânio adentro...

Sei que estou
Bem em cima
De não-sei-onde

Sei do sangue
Que não circulou
Até ontem

Sei que ele secará
Em minhas veias
Num após que virá
Sem quando
Ou como
Assomo
Ou lugar...

Sei o que irá me tomar...

O resto nem tanto importa
Importa-me
Poder amar
Mesmo sem prumo...

Abri
As comportas
Do não esperar

O resto que subsiste
Apenas se suporta
Como efeito colateral
Do se insistir
Em se restar
 
ALGO A MAIS

E eu,

 
E eu,
 
Neste lindo fim de tarde

Os pássaros adejando

Cantos sem tantos alarde

E eu, aqui contemplando!

Mary Jun
25 /11 /2016
Imagens Google (Elmar Carvalho)
 
E eu,

CORAÇÃO E ALMA

 
 
De coração e alma Uma voz mais alto fala
A luz que tens cá dentro tem o seu momento
E o melhor que me sabe Como que por magia
É o sentimento que me invade
Enquanto acaba o dia
Porque quando eu me assumo
Sou o fogo , dessa nuvem de fumo
 
Sei onde está a verdade ,e o que está errado
Quem é Deus Quem é o diabo

Uma semente na terra lançada
A eterna sorte mudada
Quando criaste , a razão da tua vida

Porque quando eu me assumo
Sou o fogo , dessa nuvem de fumo

Sei onde está a verdade e o que está errado
Quem é Deus Quem é o diabo

SEMEANO OLIVEIRA
 
 CORAÇÃO E ALMA

Este amor...

 
Este amor...
Este amor me faz sofrer
Faz-me morrer quando estou longe de você
Faz-me perder a cabeça até mesmo a consciência
Tenho vontade de chorar, mas não quero
Tenho vontade de gritar, mas me calo
Penso em correr ao teu encontro, mas não te vejo
Minha alma se arrasta na solidão
Estou me perdendo na escuridão
Você parece uma miragem onde não existe oásis
Não sei mais ao certo se é o dono do meu coração
Nada mais fez para este amor reacender
A chama está fraca como lamparina sem óleo
Vejo-te dentro de mim a qualquer momento
Se a chama apagar já não sei se te amarei tanto
Venha... Venha logo reacender esta chama
Para que queime misteriosamente dentro de nós
O amor é assim muitas vezes quase se apagando
Em outras uma luz brilhante como uma estrela
Venha brilhar comigo neste imenso firmamento
Não quero mais sofrer quero apenas te amar
Não deixe o tempo se esgotar
Venha logo me amar
 
Este amor...

Chutando recipiente em direção ao aparelho de circulação

 
“ - Claro que pensei que fosse mais velha! Como poderia lembrar-se do Big Bang se não tivesse mais de trinta anos? Com estas infelizes palavras, Grimaldi havia literalmente chutado um recipiente metálico, de forma cilíndrica, volume aproximado de vinte decímetros cúbicos contendo certa porção de resíduos alimentares liquefeitos em direção às grandes pás giratórias do aparelho de circulação de ar ambiental. E ligado, para sua insatisfação.”
 
Chutando recipiente em direção ao aparelho de circulação

ENTRE OS OLHOS E O CORAÇÃO

 
O amor não tem preço
Não se paga com dinheiro
Não há euro nem dólar
Nem libra nem cruzeiro
Que o amor possa pagar.
O amor é um sentimento
Que acontece num momento
De inspiração do espírito
Num momento de efusão
Entre o olhar e o coração.

A. da fonseca
 
ENTRE OS OLHOS E O CORAÇÃO