https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sociais : 

Sociedade em coma

 
 
 Sociedade em coma
 
Sociedade em coma







Era noite escura e era dura
as imagens transmitidas em
rede nacional.

Açoitaram um ser por demais
escravizado.

Faziam marca de morte no
seu corpo pelado e ultrajado.

Eram gases de arrogância e
dava ânsia de ver os seus
comandantes.

Eram piores que os de antes.

Prendiam e batiam por prazer.

Era o mau que se fazia valer.

Inteligência insana, sem sabedoria.

Eram mais porcos do que qualquer
porcaria.

Riam da desgraça sem graça, sem
ave ou Maria.

Sem cristo ou com alguém pego
pra cristo.

Um poder podre e purulento.

Alguns homens da lei se ajuntando
com os estrumes sociais.

Perderam o brilho o lume e se tornaram
os piores entre todos animais.

Viraram pesticida de validade vencida.

É o cão de guarda lhe mordendo e lhe
roubando a vida.

















O NOVO POETA. (W.Marques).


O NOVO POETA.W.Marques).

O NOVO POETA. (W.Marques).
 
Autor
ONOVOPOETA
 
Texto
Data
Leituras
375
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.