https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Prazeres

 
Tags:  vida    emoção    riso    ferida  
 
Meus prazeres são profundos
Salpicados com muito riso
Ostento no rosto um brilho

Mas quando a emoção me abandona o rosto
Sinto em dobro todo o desgosto
Fico vazia e sem vida

Uma ou duas lágrimas escorrem

Enquanto me cicatrizam a ferida


Cláudia Banegas

 
Autor
Cláudia Banegas
 
Texto
Data
Leituras
600
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/11/2009 20:37  Atualizado: 19/11/2009 20:37
 Re: Prazeres
os prazeres pagam-se caro poetisa. muito belo o seu poema

abraço