https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Enigma Feminino

 
Tags:  poema    menina    essência    dores    enigma    feminino  
 
Sou pura essência feminina
e do meu jeito sou mais menina.
A alma clara abriga sonhos complexos,
outras vezes simplórios.

Carrego conflitos efêmeros,
minhas eternas interrogações.
Não há resposta para tudo, enfim.

Questiono o destino, perco rastros,
confundo trilhas, desatino.
Roubam-me o sono pensamentos bizantinos.

Sou tronco serrado ao meio, indecifrável.
Meu passado gravado em camadas
mascara dores, sorrisos tolos e gargalhadas.

Sou canção silenciosa, mas audível ao coração.
Sou poeta encantada, musicalidade ensaiada.
Tenho em mim sangue de escriba,
me inspiro à noite, nas madrugadas.


Cláudia Banegas

 
Autor
Cláudia Banegas
 
Texto
Data
Leituras
2219
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
22 pontos
2
2
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 23/12/2014 19:57  Atualizado: 23/12/2014 19:57
 Re: Enigma Feminino
Belíssimamente feminina..... muito bom