https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sombrios : 

Dor e Morte

 
Quando tens alguém que te ame
O mundo parece maravilhoso
As coisas tornam-se mais fáceis
Pois não estás sozinha.

Quando amas alguém
Esqueces-te dos outros;
(Para ti, não existe mais ninguém)
E vives a tua vida em comunhão
<br />Amar,
É ter aquele brilho nos olhos,
Aquela frescura no coração,
Aquele aperto no peito…
É teres a cabeça cheia…de nada!

Mas quando tudo acaba
Vem o peso ao coração,
O mundo torna-se um pesadelo
Tudo à tua volta será uma grande confusão.

O aperto no peito
Torna-se extremo…sufocas;
Os teus olhos ficarão baços de tristeza,
Morres aos poucos…

Cada dia que passa, mais dor,
Mais sofrimento, mais inquietação;
Cada batida do coração a parecer um tambor,
Cada som que oiças
Parecerá o bater dos sinos
Na hora da condenação.

E aí, a morte virá.
Reclamando o que é seu,
Por direito levará
Esse amor que nenhum fruto deu.


Poemas originais por Tânia Oliveira (Direitos reservados)

 
Autor
Tânia
Autor
 
Texto
Data
Leituras
4703
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Paloma Stella
Publicado: 25/07/2007 12:50  Atualizado: 25/07/2007 12:50
Colaborador
Usuário desde: 23/07/2006
Localidade: Barueri - SP
Mensagens: 3516
 Re: Dor e Morte
A morte acompanha a dor.
E a sintonia de ambas é linda.
Ainda tem a morte que engana, que vem sem dor.
Mas a alma que morre por amor, é aquela que sentiu muita dor.

Gostei muito do seu poema.

Beijinhos

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 25/07/2007 13:34  Atualizado: 25/07/2007 13:34
 Re: Dor e Morte
Poema completamente recheado de dor, onde as duas coisas se interligam aquando do acontecimento de uma delas.
Parabéns.