https://www.poetris.com/
 
Textos : 

não é que os abraços

 
Não é que os abraços fossem só abrir os braços sem que os peitos se encostassem, mas o cheiro dos cabelos na zona do pescoço não saía da cabeça. E toda a gente sabe do acesso privilegiado às memórias que os abraços têm ao entrar pelo nariz. Quando os abraços acabam são os olhos que se tocam antes das costas ficarem frente-a-frente. Então o que fica é um pedaço do peito a pesar na cabeça. Não é que o peito deixe de ficar de braços abertos quando está de costas mas toda a gente sabe que a cabeça pesa mais por causa das memórias que o peito guarda.


esconder-me de quem me quer ver, mostrar-me a quem não me vê.

 
Autor
Alter
Autor
 
Texto
Data
Leituras
642
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
MelMartins
Publicado: 22/08/2010 20:43  Atualizado: 22/08/2010 20:43
Colaborador
Usuário desde: 02/06/2010
Localidade:
Mensagens: 941
 Re: não é que os abraços
Belíssimo, tocante, profundo e verdadeiro no todo ...

Todas as fragrâncias de um abraço estão aqui e para além dele também...

Grata por esta leitura feita de sentidos...

Abraço


Alice Barros

Enviado por Tópico
AuroraRosado
Publicado: 22/08/2010 22:07  Atualizado: 22/08/2010 22:07
Colaborador
Usuário desde: 18/03/2010
Localidade:
Mensagens: 623
 Re: não é que os abraços
E o peito também pode pesar mais por causa das memórias que guarda a cabeça...

Muito bonito! E tudo começa num abraço...

Parabéns pelo texto, rico em jogos de palavras e imagens muito expressivas.

Bj