Poemas -> Tristeza : 

A dor da morte

 
Tags:  vida    morte    sofrimento  
 
No seu corpo franzido transpira
O suor do dia a dia sombrio
Mas o seu coração ainda vibra
Quando pensa no passado sadio

Na luz radiante do seu sorriso
No esplendor do seu doce amor
Que o céu um dia lho roubou
E um vazio no seu corpo deixou

No seu olhar de sofrimento
Mil perguntas transparecem
Mas dos seus pálidos lábios
Só esgares de dor permanecem

Sua alma grita de revolta
Por tanto já ter sofrido
Que vida tão cruel e nefasta
Que te martiriza sem sentido

Tanto tempo a apelar
Alivio para tamanha dor
Mas tu vida meretriz
Olvidas esse pobre sofredor.

Que sofre, sofre sem gritar
A dor do declínio ao chegar
O fim desta vida terrena
E do corpo decadente abdicar

O descanso torna-se abençoado
Para tamanho final sofrido
Ora, pedindo ao seu anjo amigo,
O reencontro do seu amor perdido.

Suavemente encerra os olhos
Numa dança corporal serena
O coração pára docemente
Abandonando esta vida terrena

E eu com o coração apertado
O rosto sombrio e entristecido
Rezo uma prece apressada
Sob o seu velho corpo jazido

Poema reeditado mas sempre actual
 
Autor
Liliana Jardim
 
Texto
Data
Leituras
4014
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
22 pontos
14
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
varenka
Publicado: 19/09/2010 04:06  Atualizado: 19/09/2010 04:06
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2009
Localidade:
Mensagens: 4211
 Re: A dor da morte
O teu poema me comoveu e senti muito,já presenciei uma morte.O teu poema tão verdadeiro e doloroso.
Parabéns!!!!

Beijos
Varenka


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/09/2010 08:38  Atualizado: 19/09/2010 08:38
 Re: A dor da morte
Ola Lili

Creio ser um dos teus primeiros poemas. A tua forma de poetar tem levado uma evolução fora das rimas. Este poema é como dizes sempre actual. Um filme que passa sempre aos olhos de quem está próximo da partida.

Gostei muito amiga

Beijo azul


Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 19/09/2010 08:52  Atualizado: 19/09/2010 08:52
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11076
 Re: A dor da morte
Lili,
Curvo-me perante a sensibilidade que te leva a tecer tão bela poesia, que eu sei sobre um acto recorrente no teu dia-a-dia profissional.
Beijinhos
Nanda


Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 19/09/2010 09:53  Atualizado: 19/09/2010 09:53
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: A dor da morte
Concordo com a opinião que foi deixada.
Na verdade embora hoje escrevas com uma maturidade muito mais consistente, (como todos nós...) este poema
em rimas revela já muito do teu talento.
Beijo, Liliana.
Vóny Ferreira


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/09/2010 11:32  Atualizado: 19/09/2010 11:32
 Re: A dor da morte
Ola Liliana, quadras muito bem construidas que falam sobre um tema que muitos evitam falar! Parabens e beijos!


Enviado por Tópico
Beija-Flor76
Publicado: 19/09/2010 13:38  Atualizado: 19/09/2010 13:38
Colaborador
Usuário desde: 23/02/2010
Localidade: PORTUGAL
Mensagens: 2058
 Re: A dor da morte
sempre actual e sempre belo como a tua escrita nos viciou.
o tema, sempre um bom tema, pois é sobre as duvidas e incognitas do desconhecido que nos devemos debruçar.

Um beijinho meu
Beija-flor


Enviado por Tópico
mariamateus
Publicado: 22/09/2010 22:31  Atualizado: 22/09/2010 22:31
Da casa!
Usuário desde: 16/04/2009
Localidade: Vila Nova de Gaia..Porto
Mensagens: 452
 Re: A dor da morte
Liliana


Verdadeiramente triste,
mas com bastante realidade!
Adorei a sensibilidade do teu EU!!!

Beijo com ternura...

Paz,e luz!