https://www.poetris.com/
 
Mensagens : 

Esta veio do futuro

 
Sexta Feira, 03 de Dezembro de 2030

Olá!
Por esta não esperavas tu, companheira. Receberes uma carta do futuro, enviada de um tempo que não passa de utopia.
Mas aqui estou eu, a escrever-te estas breves linhas para te dar conta de que ainda por aqui ando, o que julgo, muito te agradará saber.
A esta altura deves ter o cérebro a trabalhar a 1000 à hora, a braços com a surpresa do impensável inesperado. Bem sei que não te deve ser fácil lidar com o surreal da situação, mas tenta acalmar-te e ler-me com atenção.
Pensa, se recebeste notícias minhas com vinte anos de avanço, é sinal de que os tempos mudaram tanto tanto, as tecnologias evoluiram a uma ponto que entraram numa dimensão inimaginável nesse tempo em que te encontras ainda. O que antes seria coisa de loucos, hoje é algo tão normal como o simples acto de falar! Mais, tendo em conta que esta carta que tens nas mãos foi escrita e enviada por mim, bem podes pular de alegria porque é mais que certo ainda teres pelo menos mais vinte anos de vida!
Pois é, acredita que sou eu quem te o diz e como bem sabes, não sou pessoa de inventar seja o que for, muito menos mentiras.
Companheira, não te vou estragar a surpresa daquilo que ainda tens para viver, pois isso seria uma desfeita para com a minha própria pessoa e era bem capaz de te tentar desviar dos caminhos que, embora te possam trazer obstáculos, são os únicos capazes de te proporcionar e fornecer o sal da vida, o tal que dá aquele temperozinho tão saboroso e pelo qual vale a pena correr certos riscos... faço-me entender? Tens de viver cada dia como se fosse o último e procurar em cada um deles, nas pequenas coisas por mais insignificantes que te pareçam, aquilo que marque a diferença e torne o de hoje sempre um pouquinho melhor do que o de ontem.
Continua a ser como és, não faças é muitas asneiras que te possam comprometer a saúde do corpo bem como a sanidade da mente e vais ver que ainda me apanhas...

Aceita uma piscadela de olho desta que em ti vive e de ti ainda muito espera.

Até um dia, companheira!





*... vivo na renovação dos sentidos, junto da antiguidade das lembranças, em frente das emoções...»

Impulsos

coisa pouca

 
Autor
cleo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
524
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 28/02/2011 14:30  Atualizado: 28/02/2011 14:31
 Re: Esta veio do futuro
quiçá a carta tenha chegado em tempo de serem seguidos os aconselhamentos. pois, que mesmo tendo sido datilografada; recurso duma época bem remota, o conteúdo levado no bojo, é e será sempre eficáz em qualquer tempo...

beijão Cleo, e aquele abração bem Carioca.

zésilveira

Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 06/03/2011 16:50  Atualizado: 06/03/2011 16:50
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11186
 Re: Esta veio do futuro
Cleozinha,
Já estou com 51 anos. Manda uma dessas para mim, quero ver se a recebo.
Adorei o texto.
Beijinhos
Nanda