https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Mãe Ana... e Maria

 
Tags:  mãe    maria  
 
No inverno foste meu manto
Meu recanto, meu solário e meu céu;
Foste do meu céu o perdão,
A harpa, o clarim e o canto;
Foste do meu canto o te-déum,
Seu intróito, melodia e refrão.

Em meu florir foste o botão
E do botão a flor preciosa
Que em meu jardim abriu em rosa.
Da rosa que floriu foste a cor,
Foste o canteiro fértil do amor;
Amor almiscarado pro meu respirar.

De ternura se te fizeste mar
E te fizeste chão do meu caminhar,
Princípio dos meus princípios,
Escrínio de iriantes dias,
Meu ancoradouro, minha guia,
Minha Mãe, minha Ana... e Maria.

 
Autor
Manito
Autor
 
Texto
Data
Leituras
742
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 10/08/2011 21:41  Atualizado: 10/08/2011 21:41
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9285
 Re: Ana e Maria
Boa tarde Caro poeta, Seu personagem se diz um agraciado pela guarnição divinal destas a quem ele se faz devoto, parabens pelo seu magnífico poema, MJ.

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 10/08/2011 23:02  Atualizado: 10/08/2011 23:02
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9599
 Re: Ana e Maria
Poema de ternura, escrito com sentimento, uma linda homenagem.

Gostei de ler.