https://www.poetris.com/
 
Épicos : 

Desencontros

 
Tags:  06/12/2007  
 
- Diz-me...
- Sim?!
- ... o que achas?
- Não sei. Talvez...
- Mas não achas que...
- Não sei, já te disse!
- Pois. E se...
- Se o quê?
- Se eu te dissesse...
- O quê?
- Deixa. Não interessa.
- Mas se me dissesses o quê?
- Não interessa. Mas olha, será que depois...
- Depois?
- Sim.
- Depois, é um caso para se ver.
- Será que haveria hipótese?
- Era um caso a ver.
- Tu repetes-te muito!
- A culpa é tua!
- Achas?
- Acho.
- A sério??
- Sim.
- Mas ainda não me disseste.
- Não te disse o quê?
- Esquece.
- Esqueço?
- Sim.
- De certeza?
- Sim.
- Ainda me vais ter que explicar o que é para esquecer.
- Deixa lá. Olha...
- Para onde?
- Para mim!!
- Desculpa. Estava distraído. Estou a olhar.
- E então?
- Então?
- O que achas do meu vestido novo?
- Ah desculpa! É bonito.

Valdevinoxis


Nas troikas não há camaradas e da camaradagem não nascem troikas.


 
Autor
Valdevinoxis
 
Texto
Data
Leituras
1374
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
varenka
Publicado: 18/09/2011 16:18  Atualizado: 18/09/2011 16:18
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2009
Localidade:
Mensagens: 4211
 Re: Desencontros
Um dialogo parecido com "Esperando Goodo",no final
o vestido era bonito!da cor que eu gosto.Até.Varenka

Enviado por Tópico
Tália
Publicado: 19/09/2011 12:31  Atualizado: 19/09/2011 12:31
Colaborador
Usuário desde: 18/09/2006
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2503
 Re: Desencontros
Tipíco. eheheh

Abraço Val