https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Sem mais palavras

 
Digo eu que escrevo
Nas quatro folhas de um trevo
Um premonição de sorte...
E quase me atrevo,
Num desenho de fino recorte,
A desenhar-te donzela
Que de tão linda, tão bela,
Me pulsa de amor sério
Debaixo da lapela.

Isto sai-me quando...

Levanto os braços
Mais alto que os abraços
E me lanço, todo doidivanas,
Às cavalitas do céu
Para correr atrás de sóis
Com dois olhos girassóis,
E te dou o peito que é meu
Para que seja teu...

Depois...

Recortas-me de uma nuvem
Que piso descalço, mesmo sem pés
E subtrais-me da coragem
Que me foge em todas as fés,
Para renderes o teu coração
Pelo meu... palpitante de emoção.

Valdevinoxis


Nas troikas não há camaradas e da camaradagem não nascem troikas.


 
Autor
Valdevinoxis
 
Texto
Data
Leituras
763
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
10
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
lucibei
Publicado: 06/06/2007 00:45  Atualizado: 06/06/2007 00:45
Super Participativo
Usuário desde: 01/10/2006
Localidade:
Mensagens: 138
 Re: Sem mais palavras
Adorável!
Beijo

Enviado por Tópico
nunorita
Publicado: 06/06/2007 11:39  Atualizado: 06/06/2007 11:39
Da casa!
Usuário desde: 06/03/2007
Localidade: Lisboa, Cidade da branca Luz...
Mensagens: 263
 Re: Sem mais palavras
Muito bom, é mais um excelente poema do teu espólio.
Cumprimentos

Enviado por Tópico
Ramgad
Publicado: 06/06/2007 13:14  Atualizado: 06/06/2007 13:14
Colaborador
Usuário desde: 13/04/2007
Localidade:
Mensagens: 944
 Re: Sem mais palavras
Você é mesmo um grande poeta. Tem uma maneira requintada de brincar com as palavras e expressar os sentimentos mais nobres, através da fantasia.
Abraços carinhosos.
Ramgad/Minnie Sevla

Enviado por Tópico
Alemtagus
Publicado: 06/06/2007 14:51  Atualizado: 06/06/2007 14:51
Colaborador
Usuário desde: 24/12/2006
Localidade: Montemor-o-Novo
Mensagens: 2748
 Re: Sem mais palavras
Finalmente consigo ver algo teu cujas rimas não se perdem com as ideias. Lá vás merecendo estes comentários.

Enviado por Tópico
Vera Sousa
Publicado: 06/06/2007 16:20  Atualizado: 06/06/2007 16:20
Membro de honra
Usuário desde: 04/10/2006
Localidade: Amadora
Mensagens: 4100
 Re: Sem mais palavras
Gostei muito, principalmente desta "imagem":
"Recortas-me de uma nuvem
Que piso descalço, mesmo sem pés"

Beijinhos Val!

Enviado por Tópico
goretidias
Publicado: 06/06/2007 16:43  Atualizado: 06/06/2007 16:43
Colaborador
Usuário desde: 08/04/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 1237
 Re: Sem mais palavras
Às cavalitas do céu?! Que lindo e original... Tu és espantoso!
Um beijo

Enviado por Tópico
JSL
Publicado: 06/06/2007 19:04  Atualizado: 06/06/2007 19:04
Colaborador
Usuário desde: 10/05/2007
Localidade: Minho
Mensagens: 680
 Re: Sem mais palavras
Doidivano
Tão completamente
Que chega a ser insano
O insano que é a gente

Em terra de doidos
Quem é louco é rei

E nessa terra o cego
Vê através da palavra
Na lavra da terra
Da terra que lavra
Superando o seu ego
Na loucura que enxerga

Enviado por Tópico
Le Tab
Publicado: 06/06/2007 21:09  Atualizado: 06/06/2007 21:09
Membro de honra
Usuário desde: 02/02/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 1460
 Re: Sem mais palavras
Para que palavras, quando apenas estas são pequenas para demonstrar o tamanho deste grandioso poema. Que nos faz imaginar, nos faz sentir, nos faz aperceber o quanto é adorável a poesia quando é bem escrita, e por quem sabe a escrever...Gostei muito.

Enviado por Tópico
MariaSousa
Publicado: 06/06/2007 21:54  Atualizado: 06/06/2007 21:54
Membro de honra
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4096
 Re: Sem mais palavras
Sonho, poesia, felicidade, alegria. Tudo junto num belo poema. A forma como foi escrito também é muito interessante.

Gostei muito.

Bjs