https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Uma Estranha No Ninho

 
Queria saber o que te encerra
Em estranhos labirintos e castelos
Feitos de tantos sonhos singelos,
De pseudos-conceitos e quimeras.

Queria saber o que mais te agrada.
O que seria para ti motivo de alegria:
Se o amanhecer rosado do novo dia
Ou uma filosofia pegajosa e barata?

Queria saber o que mais te abomina,
Aquilo que te fere deveras e te mata:
Se a falta de bordados nas entrelinhas
Ou o excesso de hipocrisia na fala?

Vejo-te como uma grega e antiga estátua:
Nariz refinado, dedos imortais, cinza e fria.
Às vezes vejo-te como uma porcelana rara,
Uma jarra bem trabalhada e bem esculpida.

Porém pobre de-marré-de-si e vazia;
Oca, sem água ou outro tipo de líquido.
Talvez seja esse o motivo.
Eu não sei. Eu não sei.

Talvez seja um quadro de Dorian Grey,
Um espelho de maga malvada da Disney
Ou quem sabe um rio refletindo Narciso.

Tomara que um dia te nasça florido.
Que amanheça sorrindo e chamando
Os bichos de amigos
E de amor.

Que o caminho, mesmo comprido,
Seja um imenso pássaro sonhador
Que te leve pelo espaço infinito
Para além da linha do Equador

(Que lá esteja teu querido,
O teu verdadeiro amor)

Onde moram as plantas gigantes
E sol se esparrama pelos terrenos amarelos,
Onde são mais bonitas as montanhas e manhãs
As borboletas mais assanhadas e mais gostosas
As romãs.


Espero que possa quebrantar esses elos,
Essas espessas correntes que te prendem
Em castelos
De estranhas geometrias e de pesadas rochas.

Faço votos que em teu colo acendam as tochas,
Em lenhos, exalando oásis no teu triste deserto
Para que teu espírito opaco receba refrigério.

Que o Cupido fleche as fibras do teu peito
Acendendo luzes no quinto ciclo do teu inferno.
Removendo os limos e as lápides do teu leito
Submerso no mais fétido e obscuro cemitério.


Gyl Ferrys

 
Autor
Gyl
Autor
 
Texto
Data
Leituras
844
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
6
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
GeMuniz
Publicado: 16/12/2011 02:07  Atualizado: 16/12/2011 02:07
Colaborador
Usuário desde: 11/08/2010
Localidade: Brasil
Mensagens: 7283
 Re: Uma Estranha No Ninho
Está aí realmente a narração d'um ser bem estranho. Aonde seria esse ninho? rs. Fui lendo, lendo e me peguei interessado até o final.

Um abração, Gyl


Enviado por Tópico
Felisbela
Publicado: 16/12/2011 18:12  Atualizado: 16/12/2011 18:12
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2011
Localidade:
Mensagens: 2207
 Re: Uma Estranha No Ninho Para Gyl
Olá Gyl!
Fiquei à espera do final...para ver de que ninho se tratava...rsrs
Adorei as suas rimas perfeitas, como sempre!
Dois beijinhos Lusos!
Felisbela


Enviado por Tópico
Rosangela
Publicado: 17/12/2011 04:26  Atualizado: 17/12/2011 04:26
Colaborador
Usuário desde: 27/12/2010
Localidade:
Mensagens: 1383
 Re: Uma Estranha No Ninho
FELIZ NATAL

Open in new window