https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Antônimos

 
Quem me dera que o teu seu sejas meu.
E que o meu “eu” sejas só teu.
Que o nosso sejas apenas eu e você
E toda minha singela vontade excite o teu querer.

Cobiço o cessar do meu pesar com o teu saber discreto...
Que me convence sempre por afeto, e faz-me almejar-te como a
Poesia carece de verso.

Que toda minha insensatez, te incite em ser meu nobre cortês.
E toda a minha religião seja vista com uma pitada de sua razão,
Sempre boa opinião, reajustando meu insano coração.

Sonho meu, quando seu beijo,
Seja o tocar dos meus lábios,
Que o teu perfume,
Seja o odor de minha essência,
Sua visão, o enfoque de meu desejar,
E que tua ira venha à tona,
Quando eu, e somente eu, a provocar.

Querer meu que minha alma,
Seja o exemplo da sua calma,
Minha maneira de atuar,
Seja o seu singelo sonhar,
Que o meu grito,
Seja o seu agito,
E meu conflito, sua, sempre simples solução.

Cobiça minha que todas aventuras
Sejam motivo de suas juras
Que o meu momento
Seja o seu evento
E que a minhas feridas estanque-se com a inclusão
Do seu pulsar em um singelo e ameno, meu coração.

Enganada eu, que o meu pressagiar,
Seja o seu realizar,
Que o meu amar, possa lhe conquistar,
E que o meu lampejo
Não soe como simples juras de um mero desejo.

Mas simpatizo eu, com esse meu encanto,
Acompanhado do meu pranto,
Que sempre me visita, pois nunca canso,
De pensar em ti, sempre, sem descanso.

 
Autor
APScheffer
 
Texto
Data
Leituras
3165
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
28 pontos
18
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
apsferreira
Publicado: 21/01/2012 00:44  Atualizado: 21/01/2012 00:44
Colaborador
Usuário desde: 27/12/2009
Localidade: Ponta Delgada - Açôres - Portugal
Mensagens: 1614
 Re: Antônimos
Um doce desejo de amor.
Gostei de ler,


Enviado por Tópico
néspoli
Publicado: 21/01/2012 09:30  Atualizado: 21/01/2012 09:30
Da casa!
Usuário desde: 30/12/2011
Localidade: PRESIDENTE PRUDENTE-SP - BRASIL
Mensagens: 480
 Re: Antônimos
Ser de alguém para ter alguém;

Lindo poema que agora guardo para reler sempre. Parabéns;

Um abraço


Enviado por Tópico
jessicaseventeen
Publicado: 21/01/2012 13:00  Atualizado: 21/01/2012 13:00
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2011
Localidade: Coimbra, Portugal
Mensagens: 920
 Re: Antônimos
Querida APSCheffer,

Quanto amor em seus versos
Completos pela paixão

A ideia e o cenário de todo o poema
Tem muita originalidade

Gostei de ler

Beijinhos *

Jessica Neves


Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 21/01/2012 15:56  Atualizado: 21/01/2012 15:56
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11130
 Re: Antônimos
APScheffer,
Original a forma e interessante o resultado.
Beijinho
Nanda


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 21/01/2012 20:19  Atualizado: 21/01/2012 20:19
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 28799
 Re: Antônimos
UM POEMA APAIXONANTE, BELO, DEIXO MEU ABRAÇO

MARTISNS


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 22/01/2012 01:36  Atualizado: 22/01/2012 01:36
 Re: Antônimos
Que este sonho se realize em todos aqueles que se amam:

Sonho eu que teu beijo
sejas o tocar de meus lábios
Que o teu perfume

Abraço


Enviado por Tópico
D'oliveira
Publicado: 23/01/2012 19:53  Atualizado: 23/01/2012 19:53
Super Participativo
Usuário desde: 08/07/2011
Localidade: Brasil
Mensagens: 165
 Re: Antônimos
Ah! quem me dera... lindo texto... obrigado pelo carinho. bjus


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 06/03/2012 19:30  Atualizado: 06/03/2012 19:30
 Re: Antônimos
E ficou mui lindo teu texto. :)

Niki


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 12/02/2018 15:16  Atualizado: 12/02/2018 15:16
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 15426
 Re: Antônimos
Poetisa
Gostei imensamente!
Beijos!
Janna

Enviado por Tópico
Joel-Matos
Publicado: 12/02/2018 15:22  Atualizado: 12/02/2018 15:38
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Setúbal, Portugal, Azeitão
Mensagens: 1429
 Antônimo ou antónimo













Ou eu me não chame Antônio ..
Nem António ...

Sou o antónimo dos argumentos
E ideias, dita meu próprio coração
Qual é a paisagem certa e a época
Do ano em que se cultiva o crisântemo

Ou eu me não chame nem Antônio,
Nem António ...Mendes Santos

Jorge Santos (Namastibet)

















Open in new window