https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

OFICINA

 
silêncio...

que a luz canta
boreal e as cores
soluçam silentes

a beleza prende
a garganta
estrangulando palavras
mármores
arroxeando graníticos
dizeres


o presente cala-se
raspando o cerne
polindo berço
maleável
quando a criança
é nina em colo
suspirando sono
que repuxa sorrisos

silêncio!

pra que desperte suave
e livre
na poética vindoura
sem massacres de versos
e mutilações de palavras

vestir-se-á de vestes certas
pra ser despida por
olhos apetecidos de
nuas poesias

silêncio!

um poeta
trabalha à luz
da espera.



O que, às paredes, confesso.

 
Autor
MarySSantos
 
Texto
Data
Leituras
699
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
13 pontos
13
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 30/06/2013 18:40  Atualizado: 30/06/2013 18:40
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29310
 Re: OFICINA
O silêncio traduz a mais bela sabedoria. Sem palavras não existe o silêncio. Sem o silêncio não existem as palavras. Um maravilohso poema


Enviado por Tópico
miriade
Publicado: 30/06/2013 21:20  Atualizado: 30/06/2013 21:20
Colaborador
Usuário desde: 28/01/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 2171
 Re: OFICINA
o poeta é intuição e o silencio é composição. Belíssimo seu poema!


Carinho, Lu


Enviado por Tópico
miriade
Publicado: 30/06/2013 21:20  Atualizado: 30/06/2013 21:20
Colaborador
Usuário desde: 28/01/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 2171
 Re: OFICINA
o poeta é intuição e o silencio é composição. Belíssimo seu poema!


Carinho, Lu

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 30/06/2013 23:18  Atualizado: 30/06/2013 23:18
 Re: OFICINA
Muito bem escrito coerente do principio ao fim!

Adorei o conteúdo e a forma.


Um prazer ler-te Mary!

Beijo azul


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 01/07/2013 00:51  Atualizado: 01/07/2013 00:51
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16203
 Re: OFICINA
Poetisa e Amiga Mary
Bela oficina!

um poeta
trabalha à luz
da espera.


Valeu a espera, texto inspirador!
Beijos!
Janna


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 02/07/2013 13:46  Atualizado: 02/07/2013 13:46
 Re: OFICINA
*Sim, silencio-me reverente ao teu dom de manusear, com os dedos d'alma, as palavras.
O labor da escrita, para mim, tem essa 'aura' de intuição, de cósmico, mas de rudeza e de inato.
Nem todos possuem, mas em ti, eu sinto.
Beijoka*


Enviado por Tópico
acalenta
Publicado: 03/07/2013 15:27  Atualizado: 03/07/2013 15:27
Colaborador
Usuário desde: 25/08/2010
Localidade:
Mensagens: 5385
 Re: OFICINA
Olá Mary!!!

O poeta precisa dessa oficina,precisa do silencio para se encontrar poeta e poema,parabéns amiga perfeito poema adorei.

beijinhos

acalenta