Poemas : 

Sonhei-te

 
Sonhei-te. Passava um pouco das cinco vértebras que usei para te beijar. Tinhas um colar de ostras pendurado no céu da tua pele, um olhar ledo que enchia o lago que vim a descobrir no sereno da tua boca.
Entre as mãos do desejo, havia um delicioso sol de outono, um copo do que te minto, bebido na beira de um rio, Lídia.
E por sobre as águas, vogando sem te perder, haveria de ser o tipo certo para o encontro das palavras, que em silêncios mordemos.
Sonho que te sonhei, faz agora cerca de um tempo de que já não me lembro.
Tenho apenas uma vaga cheia.

 
Autor
José Torres
 
Texto
Data
Leituras
77
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
0
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.