https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

O CAIR DA TARDE

 
O CAIR DA TARDE
 
Na doce tarde
De vida vazia,
Aprecio o fim do dia.
- Nuvens no céu se encardem

Do amor vive o homem,
Da solidão mal sobrevive,
Com um gosto acre na boca
Do que quis e não tive!

Poucas alegrias sentidas,
Algumas flutuando ao redor.
Muitas e muitas perdidas,
A cada pôr do sol .


Nyne Rock

 
Autor
nynerock
Autor
 
Texto
Data
Leituras
907
Favoritos
4
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
49 pontos
3
7
4
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/08/2014 17:57  Atualizado: 27/08/2014 17:57
 Re: O CAIR DA TARDE
Belas figuras estão presentes no teu poema Nyne centrado no "cair da tarde" que é talvez o resumo do dia e a última estrofe que o diga que vale realçar também:

"Poucas alegrias sentidas,
Algumas flutuando ao redor.
Muitas e muitas perdidas,
A cada pôr do sol ."

bj

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 18/10/2014 01:04  Atualizado: 18/10/2014 01:04
 Re: O CAIR DA TARDE
mas sempre resta a esperança de q se pode ter um dia novo,q poderá trazer coisas bacanas.

Enviado por Tópico
erro
Publicado: 17/04/2016 22:30  Atualizado: 17/04/2016 22:30
Colaborador
Usuário desde: 04/03/2016
Localidade:
Mensagens: 845
 Re: O CAIR DA TARDE
Mesmo que poucas, alegrias são alegrias e vale muito a pena viver por causa delas.