https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Metamorfose

 
Passo parte da vida com o ventre
Deixando rastros parecidos miragens,
Alimentando-me das ricas pastagens,
Criando uma crisálida onde adentre.

Tento tecer finos fios onde eu concentre
Meu casulo fabuloso entre as folhagens
Sendo a seda o fio onde meu-eu se centre
Por isso fico sempre dos lados, às margens.

Até que num dia caloroso de Maio ou Abril
Algo muda dentro do meu ser e da minha derme
Enquanto corre a areia dentro de uma ampulheta.

E, do nada, meus olhos novos que ninguém viu,
Deixa de ser olhos diminutos de pequeno verme
E eu me transmuto numa maravilhosa... Borboleta!


Gyl Ferrys

 
Autor
Gyl
Autor
 
Texto
Data
Leituras
634
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
24 pontos
12
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Keithrichards
Publicado: 19/11/2014 20:40  Atualizado: 19/11/2014 20:40
Colaborador
Usuário desde: 17/03/2014
Localidade:
Mensagens: 2453
 Re: Metamorfose
Uma bela descrição dessa encantadora metamorfose, os olhos diminutivos de pequeno verme se torna uma linda borboleta, gostei da maneira miticulosa que você usou para formar esse belo poema, parabéns!


Enviado por Tópico
atizviegas68
Publicado: 19/11/2014 20:58  Atualizado: 19/11/2014 20:58
Colaborador
Usuário desde: 09/08/2014
Localidade: Açores
Mensagens: 1350
 Re: Metamorfose
Mestre do soneto.
Seres metamorfoseados crescem em nós.

Lindo, lindo!

Beijo


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 20/11/2014 00:05  Atualizado: 20/11/2014 00:05
 Re: Metamorfose
Olá Gyl,
Tão bom ler seu soneto ... Esta metamorfose que é a vida, me deixa feliz quando se transmuta em borboleta... Se for colorida então! Ah! eu me rendo...
Parabéns! Adoro a riqueza das palavras escolhidas por você poeta.
bjo


Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 20/11/2014 00:33  Atualizado: 20/11/2014 00:33
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
 Re: Metamorfose
Boa noite Gyl!!

Uma das partes que me mais me atraem num poema , é o poeta saber dizer muito das pequenas coisas, aquelas, que passam desapercebidas do olhar comum.
Assim - "do nada, meus olhos novos que ninguém viu, deixa de ser olhos diminutos de pequeno verme e eu me transmuto numa maravilhosa borboleta. Isso eu chamo de Poesia!

Felicidades.

Abraços!


Enviado por Tópico
IzauraN.Soares
Publicado: 20/11/2014 02:35  Atualizado: 20/11/2014 02:35
Da casa!
Usuário desde: 19/10/2006
Localidade: Osasco- SP
Mensagens: 322
 Re: Metamorfose
Que maravilha! Transmutando para a vida em busca da liberdade. Parabéns poeta Gil!

Beijos o core.


Enviado por Tópico
marciocorrea
Publicado: 21/11/2014 01:00  Atualizado: 21/11/2014 01:00
Da casa!
Usuário desde: 30/10/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 373
 Re: Metamorfose
Bom este ilustre poeta, me mandou uma mensagem particular me acusando de copiar este seu pobre texto, dizendo que o meu " transformação" que foi publicado um dia antes era cópia deste, bom acho q isso nao é verdade né seu gyl, meu texto foi publicado um dia antes, seria temporalmente impossível, se houve cópia de algum trabalho aqui , da minha parte nao foi, nunca mais faça isso que você fez, tenho talento de sobra para não precisar copiar o trabalho de ninguem, e olhe as datas de publicação, ficou muito feio para vc isso.....