https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

elegância de poeta

 




Destino de mão ocupada
no cordão do belo. Dos anéis desprende-se.
Invisível a condição.

Admira a vida.
Vivência íntima.
Sem traje lustroso. Gosto indomável.
Se entre a multidão, atropelada.

Perfuma o nu.
Em esmero. Em harmonia.
Arte de semear. Rega de enfeite.
Não é acidente. É virtude do acaso.

Picareta na palavra.
Engrenagem na mão.

Elegância de poeta.







Zita Viegas















 
Autor
atizviegas68
 
Texto
Data
Leituras
456
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
15 pontos
5
5
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 19/06/2015 00:34  Atualizado: 19/06/2015 00:34
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15186
 Re: elegância de poeta
Picareta na palavra, engrenagem na mão... Muito bom! Abraços e obrigado!

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/06/2015 11:41  Atualizado: 19/06/2015 11:41
 Re: elegância de poeta
Aprecio essa elengância
bjos

Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 19/06/2015 12:23  Atualizado: 19/06/2015 12:23
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: elegância de poeta
Alô!
Picareta na palavra
e enterra-la bem fundo
engrenagem na mão
sempre pronta num segundo
elegância de poeta
delicadeza no mundo!

Gostei de verdade, parabéns Vólena

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/06/2015 13:43  Atualizado: 21/06/2015 13:43
 Re: elegância de poeta
olá. até com palavras podemos ser elegantes, se houver arte para tal. parabéns muitos

Enviado por Tópico
atizviegas68
Publicado: 02/08/2015 15:13  Atualizado: 02/08/2015 15:13
Colaborador
Usuário desde: 09/08/2014
Localidade: Açores
Mensagens: 1371
 Re: elegância de poeta
obrigada pela leitura e comentários generosos

Abraço