https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

Cântico de Ano Novo

 
Cântico de Ano Novo
 
DEO GRATIAS
Cântico do ano novo

Elen de Moraes Kochman


Nos momentos finais do velho ano,
muitos festejam, alegres, seu fim,
trocam por esperança o desengano,
comemoram em total frenesim...

Uma nova ordem e um novo tempo
acolhem, com promessas descabidas.
Fazem juras e... nesse entretempo
esquecem-se das bênçãos recebidas.

A Deus, pouco ou nenhum louvor é dado!
Só pensam em deleites... coisas vãs...
Ao corpo só prazer é ofertado
sem ligarem à alma, em seus afãs.

E um ano a mais nos foi dado viver!
Sou grata, Senhor, por essa alegria!
Eis-me testemunha do Teu poder
e do Teu grande amor, a cada dia.

Sofrimentos, dores e as amarguras
alquebraram-me, mas Tu me livraste
das rotas sombrias e das agruras,
do vale da morte me resgataste!

Houve momentos de agonia intensa,
quando de mim fugiu toda esperança,
mas Tu, ó Senhor, a minha descrença,
transfiguraste em bem-aventurança.

Em meio a um mar de lágrima, um sorriso
deste-me... ao enxugar meu triste pranto.
Transformaste num louvor bem preciso
o meu lamento e o meu desencanto.

Hoje e para sempre, aqui, a meu lado,
preciso-Te em cada passo que eu der!
Ensina-me a viver, Pai adorado,
fazer Tua vontade e o que Te aprouver!

Eternamente, ser-Te-ei, Senhor,
por tudo que me dás, agradecida,
por me doares, sempre, o Teu amor
e o grande ensejo de uma Nova Vida.


Open in new window

 
Autor
elendemoraes
 
Texto
Data
Leituras
402
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.