https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Indiferente

 
Tags:  natureza    humano    afeto    língua    roubo  
 
Roubaram as línguas.
Já não há mais verdades,
Alias nunca existiram.
Quanto a natureza;
Bela e contemplativa,
Indiferente ao toque humano.
Ambos não se pertencem,
Porque;
Roubaram os olhares.
Roubaram os afetos.
Nada mais há, além de
Ladroes.

 
Autor
airtorion
Autor
 
Texto
Data
Leituras
283
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.