https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Pouso

 
Entre estalos e trovoadas
Quando se tocam os dedos
No calar, gélidas madrugadas,
Cobertas descobrindo segredos...

Feito pássaros em revoadas
Nas arribações pelos rochedos
Reverberando as aves aladas
Nos ecos medonhos dos medos...

Onde meu coração faz repouso,
Meu pedacinho precioso de céu,
Se já não acampo dentro de ti?

Lembrei-me de um poema que li
Quando não havia entre nós, véu,
Quando eu fazia meu último... Pouso.



Gyl Ferrys

 
Autor
Gyl
Autor
 
Texto
Data
Leituras
272
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
27 pontos
5
3
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/06/2016 22:50  Atualizado: 21/06/2016 22:50
 Re: Pouso
Open in new window


oi irmãozinho
você é uma criança?

mas escreve lindas
poesias.

menino
lindinho
gostei
de
você
fofinho

seus
olhinhos
azul-zinhos
pareçem
meus
zoinhos.

bjinhos baby



Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 22/06/2016 20:26  Atualizado: 22/06/2016 20:26
 Re: Pouso
Lindo soneto! Abraço amigo