https://www.poetris.com/
Poemas : 

Acaso amas?

 
Tags:  amor    livre    pássaro    passarinho    armadilha    amas  
 
Vindo por essa trilha
trilhando o mesmo caminho
avistei um passarinho
preso numa armadilha.

A pena se me abateu!
Cuidei-lhes as feridas
em meio a penas partidas,
dialogando, ele e eu.

Já estando por ir embora,
disse-lhe que por tal maldade,
pelo privar da liberdade,
até o ser humano chora.

Fitou-me com caridade,
mas também com altivez,
indagou-me se o homem, talvez,
sabe o que é liberdade.

Sim, respondi de pronto,
com o melhor sorriso que tive,
- É assim que o homem vive,
livre como me encontro.

Ai veio seu argumento,
em suave tom sibiloso
com seu olhar amoroso,
e eu ouvindo atento:

“Pode o homem pensar,
pode sorrir,
pode até sentir.
e também sonhar!”

“Porem de tudo que sente,
dos seus sonhos e seu pensar,
pode livremente falar,
ou tem vezes que mente?”

“Como livre ele se enxerga,
quando dele brota cobiça,
e o paladar o eriça,
e o possuir o cega?”

“Preso está a cordas tensas,
das soberba e vaidade,
do sexo e da iniquidade,
e diz-se livre!... Pensas!... “

“È assim a liberdade?
Um cálice de crenças,
um feixe de diferenças,
uma trouxa de saudade?”

“Sentem-se livres por ir e vir
por comer e beber,
por dormir até o sol nascer,
mas serão livres pra servir?”

“Pois afirmo sem enganos
Pra conhecer a liberdade
Só resgatando a idade
da soma de todos os anos.”

“Está no supremo penhor,
de Deus quando tudo criou,
que por nós de ser livre deixou,
E Se fez Prisioneiro do Amor”

Então a mim me perguntou,
firme mas com meiguice,
e antes que perplexo eu partisse,
bateu asas e voou:

“Livre, pois, porque te chamas?
Acaso em alvas nuvens fluís?
Por ventura sempre ris?
Acaso amas?”

 
Autor
Manito
Autor
 
Texto
Data
Leituras
151
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
1
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 01/07/2017 15:44  Atualizado: 01/07/2017 15:44
 Re: Acaso amas?
um grande diálogo e tapa na cara e belo versar

versar sobre a criação é sempre reflexão