https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

A Fera Adormecida

 
Dorme a fera recolhida
Em caverna bem escura
Sempre espera de acolhida
De uma gêmea criatura.

A Virtude, bem vestida,
Vela a porta de armadura
Que resiste à investida
Mais hercúlea que a esmurra.

Essa fera fere o certo
Ao errado a fera acolhe
Quando enroscada em ti.

Dorme fera de olho aberto
Pois quem fere não escolhe
O que dorme só em si.

 
Autor
Gyl
Autor
 
Texto
Data
Leituras
239
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
30 pontos
16
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Lucineide
Publicado: 15/07/2017 02:08  Atualizado: 15/07/2017 02:08
Colaborador
Usuário desde: 06/12/2015
Localidade:
Mensagens: 1123
 Re: A Fera Adormecida
Boa noite, amigo Gyl. Todo homem acolhe em si uma fera, que dependendo da situação, ela se manifesta brutalmente. É preciso dominá-la, meu amigo. Digo-lhe com sinceridade, o pior inimigo do homem é ele próprio. O homem de bem já aprendeu a dominar essa fera. Agora as virtudes falam mais alto.
Por isso a necessidade do homem se conhecer. Que aprendamos a dominar a fera que mora conosco.
Parabéns pela brilhante poesia
Abraços! .


Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 15/07/2017 12:58  Atualizado: 15/07/2017 13:01
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8616
 Re: A Fera Adormecida/ PARA GYL
Ou apascentemos essa fera ou deixemo-la adormecida. Se em algumas vezes ela se faz defesa, noutras, ruge enfurecida contra o furor do mundo.

Observando a característica da bicholândia, vejo que o humano tem um ou vários deles na própria natureza. Ou é o inverso ?
Excentuando as virtudes de cada um, penso no orgulho que vai do leão, que se considera superior demais pra se relacionar com os demais bichos, à petulância da águia que invade os espaços desrespeitando os direitos dos demais...hahahahahah...

Meu amigo, meu poeta querido, o teu soneto é dos melhores da tua coletânea, porque tem ritmo, harmonia e substância! Adoro!

Beijos da amiga e fã, que tem uma fera que dorme em si, no momento. rsrsrsrs...


Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 15/07/2017 15:05  Atualizado: 15/07/2017 15:05
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8087
 Re: A Fera Adormecida
Fera e virtude tanta vez andam a par: quando mais parece que se opõem mais se igualam; é o caso da virtude intolerante, de tudo o que é fundamentalismo.
Mas também é o factor ponderação,com aprendizagem que nos faz gente entre a nossa fera e a nossa virtude e que nos torna perfeitos na imperfeição; por tudo o que me trouxe ao pensamento, gostei muito do soneto. Abraço


Enviado por Tópico
johnmaker
Publicado: 16/07/2017 00:04  Atualizado: 16/07/2017 00:04
Colaborador
Usuário desde: 02/05/2016
Localidade:
Mensagens: 1150
 Re: A Fera Adormecida
caríssimo Poeta hoje estou com o Tao na cabeça, vou deixar o capítulo 8 espero que aprecie.
CAPÍTULO 8
A bondade sublime é como a água
A água, na sua bondade, beneficia os dez mil seres sem preferência
Permanece nos lugares desprezados pelos outros
Por isso assemelha-se ao Caminho
Viva com bondade na terra
Pense com bondade, como um lago
Conviva com bondade, como irmãos
Fale com a bondade de quem tem palavra
Governe com a bondade de quem tem ordem
Realize com a bondade de quem é capaz
Aja com bondade todo o tempo
Não dispute, assim não haverá rivalidade.

Parabéns pelo texto, um grande abraço


Enviado por Tópico
RaipoetaLonato2010
Publicado: 16/07/2017 00:25  Atualizado: 16/07/2017 00:25
Colaborador
Usuário desde: 13/03/2010
Localidade: Paulínia-SP
Mensagens: 2456
 Re: A Fera Adormecida
'Dorme fera de olho aberto
Pois quem fere não escolhe
O que dorme só em si'.

Magistral.


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 16/07/2017 14:55  Atualizado: 16/07/2017 14:56
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 10672
 Re: A Fera Adormecida P/Gyl
Há feras de ocasião, só quando são provocadas
outras, são feras mansas que só gostam de rosnar…
há as” feras” cultas e boas que são sábias primorosas
e também feras selvagens com garras de estraçalhar.
A natureza assim as criou aceitemos e entendamos
mas sejamos precavidos tiremos dos olhos o cisco,
com coragem, amor e astúcia cheios de boa vontade
quem sabe tiremos a ilação com Gyl, o Grande Poeta
a sermos mais pacientes como o nosso S. Francisco!
Abraço saudoso Vólena


Enviado por Tópico
Rogério Beça
Publicado: 16/07/2017 15:50  Atualizado: 16/07/2017 17:18
Colaborador
Usuário desde: 06/11/2007
Localidade:
Mensagens: 1330
 Re: A Fera Adormecida
Toda fera cai no sono,
sonha na sua caverna,
por vezes ela hiberna,
outras ruge no trono.

Nunca deix'ao abandono,
se Verão ou Inverna,
a terra lá se governa,
fere a fera sem dono.

Fera fere com fome,
selvagem bicho do mato,
nem sente o contorno.

Se até as crias come,
tendo fácil e gentil trato.
Faz-se fogo, o morno.


O poema pediu.
Um soneto em redondilha maior é boa cepa.
Feras a feras, negócios à parte.
Estás neste registo, tenso.
Quase adivinho porquê. E espero que a tensão suavize e traga uma cicatriz que se torne ruga que se torne sapiência.
Gostei.
E apeteceu-me o repto. Não costumo comentar com poema.
Olha, apeteceu-me

Espero que não te importes...

Abraço irmão de letras.


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 17/07/2017 12:44  Atualizado: 17/07/2017 12:44
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 27933
 Re: A Fera Adormecida
O próprio homem é uma fera, pois dentro de no´s mora uma