https://www.poetris.com/
Poemas : 

Saltam do poema…nus

 


Sem nexos são estes versos que componho…
nem eu percebo os fonemas que dos meus dedos
estilam como gotículas luzidias, borrando o poema
são pedaços de paixão encarcerados em palavras vás
como se o pecado pudesse decifrar-se das rimas soltas
que proliferam os espaço pausados dos versos
e que desnudam um corpo irrequieto e febril

Sem nexos são estes versos que saltam do poema
e aprisionam as palavras aos dedos trémulos
como se quisessem sorrir tontamente, como…
sorriram tontas as gotículas que agitaram a pele
no dia em que quis saber de ti, ao lado de mim
e vesti de liberdade o corpo desconhecido
na brancura dos lençóis … desfeitos no chão

Sem nexo são estes versos que componho
e que saltam do poema…nus


Escrito a 8/8/17
 
Autor
Liliana Jardim
 
Texto
Data
Leituras
90
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
23 pontos
3
2
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Holmes
Publicado: 09/08/2017 12:53  Atualizado: 09/08/2017 12:53
Super Participativo
Usuário desde: 22/06/2017
Localidade:
Mensagens: 128
 Re: Saltam do poema…nus
*****
Saltam deste poema o gosto de ler-te, parabens

Holmes

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 09/08/2017 23:01  Atualizado: 09/08/2017 23:01
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 12244
 Re: Saltam do poema…nus
Texto sentido onde a escrita fala da forma como ela é escrita e da saudade que ficou de alguém que já não está mais a mão. Bom demais. Abraços!

Enviado por Tópico
Liliana Jardim
Publicado: 11/08/2017 12:26  Atualizado: 11/08/2017 12:26
Luso de Ouro
Usuário desde: 08/10/2007
Localidade: Caniço-Madeira
Mensagens: 4422
 Re: Saltam do poema…nus
Obrigado amigos por me lerem e/ou comentarem

Beijinhos