https://www.poetris.com/
Sonetos : 

AVES SANGUINÁRIAS

 
AVES SANGUINÁRIAS

Abutres sobrevoam, famulentos
Meu corpo lacerado, agonizante
Recendem desengano os ferimentos
Da vida sou despido a cada instante

Entregue, nem profiro mais lamentos
Somente é do estertor o som reinante
Não saboreio méis, alumbramentos
O cheiro do abandono é sufocante

Lamúrias tenho tantas... Ah, são várias!
Têm pressa aquelas aves sanguinárias
Está sacramentada a dura sorte

Verdades reprimidas vão comigo
Tu vais te arrepender desse castigo
Que me infligiste... Dou-te minha morte!


Jerson Brito

 
Autor
jersonbrito
 
Texto
Data
Leituras
124
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 31/08/2017 17:10  Atualizado: 31/08/2017 17:10
 Re: AVES SANGUINÁRIAS
Bravo!
É um prazer imenso descansar meus olhos
na sua tela.
Grata pela partilha
Abraços