https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Humor : 

um cornaca em Lisboa

 
Tags:  Humor fáctico  
 




escolhe a moldura do fa(c)to
para a fauna graúda

cornaca de fa(c)tos,
colarinhos,
brancos e corpulentos
alforges

nos corredores,
sem domador
corre de lés a lés
a floresta dos passos perdidos

o manso parquiderme,
o que decide
ganha
do que vende
amealha

na praça
reconhecem-lhe raça







Zita Viegas















 
Autor
atizviegas68
 
Texto
Data
Leituras
320
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
atizviegas68
Publicado: 04/02/2018 12:58  Atualizado: 04/02/2018 12:58
Colaborador
Usuário desde: 09/08/2014
Localidade: Açores
Mensagens: 1371
 Re: um cornaca em Lisboa
Open in new window

Enviado por Tópico
atizviegas68
Publicado: 06/02/2018 10:30  Atualizado: 06/02/2018 10:30
Colaborador
Usuário desde: 09/08/2014
Localidade: Açores
Mensagens: 1371
 Re: um cornaca em Lisboa
Open in new window