https://www.poetris.com/
Sonetos : 

HOMENS DE COR

 
Tags:  SONETOS 2018  
 
HOMENS DE COR

Preto, branco, amarelo, pardo, mel...
Diversos mas iguais por sob a pele.
Inteira a humanidade se revele
No seu existir entre a terra e o céu!

A História há-de correr com seu tropel,
Arrastando as paixões aonde impele.
O indivíduo, contudo, se rebele
Em face dos tiranos quando réu.

Os homens são os mesmos, lá e aqui.
Sua grandeza está no que constroem,
E não nas amarguras que os corroem.

Libertos da opressão, mais lhes sorri
A verdade através dos tempos idos
Que a glória relativa dos temidos.

Betim - 10 10 2018


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
59
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.