https://www.poetris.com/
Poemas : 

PERGUNTAS SEM RESPOSTAS

 
Como entender
Essas coisas que ando sentindo
Quando a voz se prende
E a mente mais parece um labirinto.
os pensamentos indo e vindo
Num eterno redemoinho

Sonho com campos floridos
Em pleno outono
no chão apenas folhas secas
e um longo inverno se anuncia
E há essa dor estranha
Que sempre me acompanha
A tristeza é tamanha!
Tem gosto de solidão.


As horas tão vazias
De esperanças tão ausentes
Há dias que são sossego
Outros feito de tropeços

E os sonhos que vou sonhando
São de saudade e de mágoa
Mas também de esperança
Que no peito estão gritando
Até quando?


Mas são perguntas sem respostas...

 
Autor
poetizando
 
Texto
Data
Leituras
82
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
5 pontos
3
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 05/11/2018 20:50  Atualizado: 05/11/2018 20:50
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 14656
 Re: PERGUNTAS SEM RESPOSTAS
Mesmo sem as respostas existenciais temos um ótimo texto. Obrigado por compartilhar.


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 06/11/2018 12:09  Atualizado: 06/11/2018 12:09
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 28957
 Re: PERGUNTAS SEM RESPOSTAS
Momentos que os sentidos grita a essência de um pleno que vem trazido pelos ventos onde a desilusão não se esconde