https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Tem

 
Tem no teatro mambembe e no circo.
Na rua aonde passa tem também
Na pocilga pobre, no palácio rico,
Tem na casa de todos e de ninguém.

Tem no Céu e tem no Inferno,
No vale de Gimmerton e no cimo
( Inclusive tem até nestes versos)
Que, por hora, teço, não meço e rimo.

Tem por toda eternidade, por toda parte:
No trabalho, no descaso e no consumo;
Na pintura, na textura , em toda arte;
No compasso, no espaço e no sumo.

Sempre teve, sempre há e sempre tem.
Vem de noites desluadas antes de Cristo.
Nas quedas de Neros, Alexandres e Príamos.
Ninguém nunca soube de onde vem.

Está na brisa, na bruma e na rosa.
Nos dois olhos estrelados de Julieta
Na superfície do nosso planeta.
Faz espetáculo na casa onde mora.

Está na copada prateada da laranjeira.
Nos terrenos em que a serpente silva.
Nos eflúvios das essências perfumosas
Que evolam n' alma d'uma madressilva.

Ela renasce na noite e percorre o dia
Com sua sonoridade de espuma e vento
Nasceu do gozo da Terra e do Tempo
Foi docemente batizada de... poesia!


Gyl Ferrys

 
Autor
Gyl
Autor
 
Texto
Data
Leituras
436
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
16 pontos
6
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Juvenal Nunes
Publicado: 30/03/2019 09:43  Atualizado: 30/03/2019 09:43
Da casa!
Usuário desde: 28/07/2013
Localidade: Douro Litoral
Mensagens: 439
 Re: Tem
A poesia é o contorno estético do universo e o seu poema captou a generalidade dos seus sinais. Muito interessante.

Juvenal Nunes


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 30/03/2019 16:00  Atualizado: 30/03/2019 16:00
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: Tem P/Gyl
Intuitivo e cativante, gostei muito, abraço saudoso Vó