https://www.poetris.com/
Poemas : 

Encantado mundo das vertigens alucinantes…

 
 
Encantado mundo das vertigens alucinantes…

Apetece-me boicotar as luzes dos candeeiros, adiantar-me ao avançado da hora e demover a noite desse estado melancólico ainda reflectido nas janelas.
Tenho assim esta fome de um dia que passou em branco no meu corpo.
Tenho de igual maneira esta sede, por ver passar um rio na obscuridade de si mesmo, desligado das luzes ainda acesas dos candeeiros.

Apetece-me boicotar as correntes paradas.
Desliguei-me por agora das luzes todas da cidade.

Para o dia coincidir com a poesia.....saudando-Vos, poetas de agora e de sempre, os que escrevem e os que sentem, porque me apetece boicotar nesta hora as luzes dos candeeiros….

Aprendi com a noite que as estrelas, sendo livres, morrem felizes.
Ensinaram-me os dias, que os meus passos sendo verdadeiros, correm velozes, sem cansaços nos olhos, e sem que a poesia sofra por cadência de um verso trancado nos estandartes.

Os escaparates da poesia, não servem o verdadeiro mote, através do qual, os Poetas arrumam versos nascidos nos olhos.
Quando perceberem a função da poesia, sem classificações hasteadas ao vento, poderão recolher as folhas mortas das árvores, as páginas em branco de uma vida, as canetas, os dedos e as mãos do teclado.
Missão cumprida, dos Poetas e de todos os que sentem vibrações no corpo todo.

Aprendi com os sentimentos a saudar tudo da mesma maneira.
Viva a poesia e todos os que nela se refugiam para a maior viagem até ao esquecimento do corpo no encantado mundo das vertigens alucinantes…
E que Deus proteja os gritos dos aflitos ainda afundados nas areias tempestuosas de um deserto.


Dakini


Maria Al-Mar
Enquanto Mulher


- Ilusorium
- Mira(douros)
- Modus-Informe
- Uivam os Lobos
- Mulheres de Areia

 
Autor
Dakini
Autor
 
Texto
Data
Leituras
124
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
15 pontos
3
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 31/05/2019 17:20  Atualizado: 31/05/2019 17:20
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16065
 Re: Encantado mundo das vertigens alucinantes…
Poetisa

Viva a poesia e todos os que nela se refugiam para a maior viagem até ao esquecimento do corpo no encantado mundo das vertigens alucinantes…


Gostei imenso!
Parabéns e obrigada pela partilha!
Beijos!
Janna

Enviado por Tópico
Liliana Jardim
Publicado: 01/06/2019 18:20  Atualizado: 01/06/2019 18:20
Luso de Ouro
Usuário desde: 08/10/2007
Localidade: Caniço-Madeira
Mensagens: 4527
 Re: Encantado mundo das vertigens alucinantes…
Ola ao tempo menina...

Gostei dessa tua reflexão com alguma tristeza...

.."Quando perceberem a função da poesia, sem classificações hasteadas ao vento, poderão recolher as folhas mortas das árvores, as páginas em branco de uma vida, as canetas, os dedos e as mãos do teclado.
[i]
Missão cumprida, dos Poetas e de todos os que sentem vibrações no corpo todo..."
[/i]

Beijinhos

Enviado por Tópico
JorgeSantos
Publicado: 22/07/2019 16:11  Atualizado: 22/07/2019 17:15
Participativo
Usuário desde: 28/06/2019
Localidade:
Mensagens: 48
 Re: Encantado mundo das vertigens alucinantes…