https://www.poetris.com/
Sonetos : 

NÃO SEI COMO

 
Tags:  SONETOS 2019  
 
NÃO SEI COMO

Outro dia, eu passei pela travessa
Que dá no beco ao lado da quebrada
No alto da pedra já toda escorada
De barracos do morro da Cabeça.

Lá onde sobem-descem pela escada
Até tudo sumir na mata espessa
E reaparecer sem que me apareça
A razão d'essa minha caminhada.

Até porque nada há que se repare
Nos muros e paredes sem reboco.
Senão a luz d'um velho rastafári

Pitando em roda ao santo-do-pau-oco:
-- "Cuida p'ra não ser caça no safári
Nem bacurau em cima d'algum toco!"

Betim - 17 09 2019


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
107
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
bitcoin
Publicado: 17/09/2019 22:38  Atualizado: 17/09/2019 22:38
Da casa!
Usuário desde: 05/09/2019
Localidade:
Mensagens: 293
 Re: NÃO SEI COMO
percebo pouco de morros mas pelo que vejo há quem de cada vez que vai à wc cague um poema. não são poemas nem são nada são apenas meia dúzia de palavras. nem serão esquecidas porque nunca foram lembradas. não sei como" hoje apetece-me ferrar um cão. desculpa Ricardo