https://www.poetris.com/
Poemas : 

Noite III

 
Open in new window



O negro céu é o meu manto
Que na noite me abriga
Com todo o seu encanto
Eliminando a minha fadiga…

O reflexo da lua na água
No escuro e tranquilo lago
Limpa a minha mágoa
Do meu fado amargo.

A suave brisa do vento
Meu rosto acaricia
E afasta o triste sentimento
Fazendo-me companhia…



José Coimbra

 
Autor
Legan
Autor
 
Texto
Data
Leituras
132
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
1
3
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
AntónioFonseca
Publicado: 14/01/2020 21:07  Atualizado: 15/01/2020 22:02
Colaborador
Usuário desde: 31/05/2013
Localidade: Portugal
Mensagens: 658
 Re: Noite III
A noite é escura e silenciosa, mas a luminosidade da lua ou das estrelas estará sempre ligada para iluminar os sonhos e o vento sopra consoante o seu estado.
Excelente o seu poema, onde reflete a beleza e o encanto, ao qual temos o privilégio de pertencer que é a mãe natureza.
A noite com a sua escuridão, a lua que ilumina e faz o seu reflexo nos leitos dos rios ou dos mares e o vento com a sua brisa.

Abraço caro poeta José Coimbra.