https://www.poetris.com/
Poemas : 

FRUGAL

 
Open in new window

















FRUGAL


uma daquelas manhãs ensolaradas
quando o céu entra na alma
e as roupas penduradas no varal
cheiram a vento fresco
as crianças correm no quintal
a bola, o velocípede, a árvore
da porta da cozinha
o cheiro da feijão temperadinho
a mãe na janela, o sorriso fraterno
olha carinhosamente suas crias

era um dia qualquer
mais um no calendário da vida
uma segunda, ou quarta, ou sexta?
não sei... só sei da simplicidade
dos momentos tão bem guardados
daquele temporal à tardezinha
do cheiro da grama depois da chuva
o pipoqueiro na mesma esquina
do vizinho na cadeira de rodas
o caminhão do gás e sua musiquinha

um ramo de coisas simples
tomar banho com sabonete cheiroso
sentir os cabelos molhados nos ombros
o pingo frio da água em meu decote
eriçando o bico de meus seios
sentir o gosto do café quente
experimentar a geléia de morangos
passar a língua nos lábios - os resquícios
a brisa da tarde no rosto
e a sensação de felicidade eterna

um olhar profundo e significativo
as palavras fáceis saindo da boca
o abraço apertado, sentido, desejado
a textura dos cabelos macios nas mãos
amar sentindo com a alma em pedaços
repartir um pensamento, sentir conforto
uma felicidade em fração de segundos
as mãos se tocando em reconhecimento
deitar em sonhos com gosto de chocolate
em silêncio ouvir a música do pensamento

o aconchego de lençóis macios e cheirosos
descansar a cabeça no travesseiro
na mão, um livro novinho a ser descoberto
um sorriso interno, como um agradecimento
o apagar lento da luz do abajur
o espreguiçar-se morno dentro das cobertas
ah! que dia tão simples e grandioso
quero dormir agora cheia de lembranças



*Mary Fioratti*





 
Autor
MaryFioratti
 
Texto
Data
Leituras
121
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
9 pontos
3
3
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 26/01/2020 10:24  Atualizado: 26/01/2020 10:24
 Re: FRUGAL
Bom dia Mary, gostei de ter passado por cá, gostei de ter lido este seu texto. o pormenor do biquinho é delicioso. biquinho doce. pardon. parabéns. salute

Enviado por Tópico
RicardoC
Publicado: 26/01/2020 14:54  Atualizado: 26/01/2020 14:54
Colaborador
Usuário desde: 29/01/2015
Localidade: Betim - Minas Gerais - Brasil
Mensagens: 4024
 Re: FRUGAL
Bela descrição para essa palavra maravilhosa [FRUGAL].

É sempre muito bom beber em tua sensibilidade, Mary.

Abraços, RicardoC.

Enviado por Tópico
Kramer
Publicado: 27/01/2020 13:06  Atualizado: 27/01/2020 13:06
Participativo
Usuário desde: 06/12/2019
Localidade:
Mensagens: 30
 Re: FRUGAL
A gente se acostuma para não se ralar na aspereza, para preservar a pele. Se acostuma para evitar feridas, sangramentos, para esquivar-se de faca e baioneta, para poupar o peito. A gente se acostuma para poupar a vida. Que aos poucos se gasta, e que, gasta de tanto acostumar, se perde de si mesma. Seu texto é um oásis de prazer e sensibilidade , parabéns.