https://www.poetris.com/
Poemas -> Amor : 

Soneto do Delíquio Infantil

 
Open in new window
Soneto do Delíquio Infantil

Penso que loucura não se explica
muito menos o que ela transcreve
Assim como alguns flocos de neve
Onde a loucura bate, ela fica

E faz o louco chorar e rir
E logo a arte estará presente
Vai transmutar o verbo em poesia
Só com o coração a gente sente

Ele corre descalço nos campos
Apesar de estar com muito frio
Ele colhe as flores que são encantos

E as lança nas águas do rio
Explicação nenhuma, eu decanto
Alucinação é (delíquio) infantil

Alexandre





 
Autor
montalvan
Autor
 
Texto
Data
Leituras
120
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.